Quatro jogadores do Vélez são afastados após denúncia de abuso sexual

·1 minuto de leitura
Lance da partida de ida entre Vélez Sarsfield e Peñarol pela segunda fase da Copa Sul-Americana

Quatro jogadores do Vélez Sarsfield mencionados em denúncia por abuso sexual numa festa foram afastados da equipe, anunciou nesta sexta-feira o clube argentino.

Os atletas Miguel Brizuela, Thiago Almada, Juan Martín Lucero e Ricardo Centurión, ex-São Paulo, que não foram acusados pelo crime, mas que estavam presentes na mesma festa na qual uma mulher relatou ter sofrido violência sexual.

"Nenhum jogador da equipe profissional foi denunciado ou acusado no processo pertinente, no momento em que emitimos este comunicado", afirmou o clube, lembrando que a justiça irá convocar os atletas para depor como testemunhas "para colaborar com investigação do caso".

Uma mulher de 28 anos registrou uma denúncia na Delegacia da Mulher de San Isidro, região de Buenos Aires, na madrugada de quinta para sexta-feira, relatando ter sofrido abusos sexuais durante uma festa que aconteceu no bairro Camino Real.

Uma amiga da vítima, que também estava na festa, disse que encontrou a amiga desmaiada com um jarro na mão em um quarto de onde saiu um homem puxando as calças para cima e rindo, segundo boletim policial.

O Vélez Sarsfield “colocou-se imediatamente à disposição da vítima para este grave acontecimento, bem como à justiça, entrando em contato com a Promotoria de Gênero de San Isidro”, afirmou o clube.

ls/cl/lca