"Quase molhei o calção quando vi Ronaldo", diz ex-Manchester United

Goal.com

Ronaldo Fenômeno era um atacante capaz de causar pesadelos em qualquer defensor. Andy Cole, zagueiro ex-Manchester United, contou que quando viu o craque brasileiro ao seu lado no túnel, antes de entrar no gramado, quase se molhou.

O episódio aconteceu na Liga dos Campeões de 1998/99, quando Ronaldo ainda defendia a Inter de Milão. Na partida de ida, o brasileiro não jogou e os italianos perderam por 2 a 0 para o United. 

Então, no jogo de volta, em San Siro, as equipes estavam perfiladas no túnel antes de entrarem em campo. Foi quando Andy Cole olhou para o lado e viu que estava cara a cara com Ronaldo Fenômeno, vencedor da última Bola de Ouro. O zagueiro inglês revelou que a experiência foi “surreal”, mas que quase teve um ataque de nervos antes de entrar em campo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Lembro-me de quando jogamos contra a Inter de Milão e eu me enfileirei no túnel e vi Ronaldo. Não vou mentir, quase me molhei!”, contou o ex-zagueiro ao Beautiful Game Podcast.

"Esse é o cara que eu assisti por anos. Estou falando de um vencedor, um verdadeiro vencedor. Ele tinha tudo que um jogador precisa e eu estava de pé no túnel do San Siro pensando: 'Que loucura!’”.

Mas apesar de ter ficado nervoso, Cole contou que essa foi uma experiência incrível em sua carreira e que nunca irá esquecer.

“Quando você está nesse nível você pensa: ‘Cara, eu estou nesse nível com esses caras. Estou no campo com esses caras, estou nesse nível’, é surreal”, destacou.

"Sou sempre honesto e sempre aberto quando se trata de coisas assim. É algo que, quando aproveito a oportunidade para olhar para trás, digo aos meus meninos: 'Eu fiz isso mesmo. Eu meio que consegui!'”.

Cole ainda se disse meio incomodado com o fato de que, para as novas gerações, o único Ronaldo do futebol é o portugues craque da Juventus. Para ele, as lesões impediram o Fenômeno de se tornar uma lenda ainda maior no futebol.

“Se você fala com muitas crianças e fala do brasileiro Ronaldo, elas olham para você como se você tivesse três cabeças, porque não sabe quem ele é", acrescentou. "Se ele não tivesse se machucado tanto, poderia ter vencido uma Bola de Ouro atrás da outra e marcado um zilhão de gols", concluiu. 

Leia também