Quartararo: "Não me sinto confortável na Yamaha desde Le Mans"

Lewis Duncan
·2 minuto de leitura

no último domingo.

Quartararo foi forçado a uma corrida de recuperação quando saiu da pista na curva 2 na primeira volta da corrida de domingo, antes de cair na curva 6 na nona volta, ficando sem pontuar. Isso lhe ocasionou mais um fim de semana difícil no Circuito Ricardo Tormo.

Leia também:

Joan Mir: "Título não tem menos valor pela ausência de Márquez" MotoGP: Morbidelli diz que Senna "é uma lenda" e que "não pode se comparar" MotoGP: Morbidelli vence GP de Valência; Mir é sétimo e conquista o Mundial

“Desde o GP de Le Mans estou sem “feeling”, estamos tentando trabalhar da melhor maneira possível, não somos rápidos e precisamos encontrar uma solução”, lamentou Quartararo no domingo. “Espero encontrá-lo em Portimão porque falta velocidade e isso não é normal.”

“Quando chegamos a uma pista como Jerez, Barcelona, ​​foi ótimo imediatamente, mas Misano e todas as outras pistas estamos lutando muito e acho que precisamos encontrar uma solução para ser competitivo como no ano passado em todas as pistas. ”

, depois de virar a M1 de cabeça para baixo e não melhorar a afinação. Nas oito voltas que completou na corrida de domingo, ele admitiu que seus problemas persistiram e acredita que agora tem que se adaptar aos problemas da moto em vez de fazer grandes mudanças na configuração.

“Estamos aqui há duas semanas e não acertamos qualquer melhoria na moto,” acrescentou. “Tentamos muitas coisas, mas acho que precisamos ir com a nossa base e nos adaptar. Tenho de me adaptar à moto porque vimos [em] todas estas mudanças que nada funcionava.”

Tendo liderado o campeonato durante grande parte da temporada, o desastroso domingo de Quartararo o deixou em quinto lugar na classificação e encerrou suas esperanças de título.

Quartararo elogiou o novo campeão mundial Joan Mir e a consistência que mostrou em 2020, algo que o francês admitiu que faltou a ele.

“Para mim, ele fez uma temporada incrível”, disse ele sobre Mir. “A consistência que ele tinha, é por isso que ele ganhou o campeonato, porque a consistência foi incrível da quarta corrida até o final. Ele merece muito este título porque é isso que nos faltou este ano - consistência, lutar por muito mais pódios.”

“Além das três vitórias, não fizemos nenhum pódio. Você não pode ganhar um campeonato assim, e estou lutando muito para saber por que éramos assim. Joan mereceu o campeonato e muitos parabéns a ele. ”

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PÓDIO: Chuva traz caos ao GP da Turquia, mas Hamilton se sobressai, vence e garante o hepta

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' da F1 2021 é o mais correto? Ouça o debate