Quartararo lidera 1-2-3 da Yamaha no 1º dia de testes em Valência. Álex Márquez é 23º

NATHALIA DE VIVO

Fabio Quartararo terminou o primeiro dia de treinos coletivos da MotoGP como o mais veloz. Nesta terça-feira (19), em Valência, o titular da SIC tratou de anotar 1min30s163 para fechar no topo da tabela de tempos.

 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Os pilotos mal tiveram tempo de se recuperar na etapa final do campeonato, que aconteceu no final de semana. No circuito Ricardo Tormo, já começaram as preparações para 2020 com os dois dias de atividades.

 

Na pista, diversas novidades, sobretudo entre os pilotos. Álex Márquez, que comandou a RC213V de Cal Crutchlow, além de Iker Lecuona, na Tech3, e Brand Binder, na KTM, fizeram suas primeiras aparições na classe rainha do Mundial.

 

O #73, inclusive, protagonizou uma queda após apenas oito voltas completadas. Mais tarde, foi a vez de seu irmão mais velho também ir ao chão. Fabio Quartararo e Bradley Smith foram outros nomes que acabaram levando um tombo.

Fabio Quartararo (Foto: SIC)



Entre as equipes, quase todas as fábricas levaram significativas peças para testarem. Quem ficou de fora do ‘bonde’ foi a Aprilia, que declarou que só vai levar atualizações para sua moto nos treinos de fevereiro, em Sepang.

 

No resultado final, a Yamaha mostrou sua força com o #20 liderando o dia. Quem apareceu no segundo posto foi Maverick Viñales, 0s164 atrás do francês. Completando a trinca da esquadra japonesa veio Franco Morbidelli. Andrea Dovizioso e Marc Márquez fecharam o top-5 da sessão.

 

Lecuona foi o melhor dos estreantes e deixou a pista com o 13º melhor tempo, 1s482 mais lento que o ponteiro. Em seguida veio Binder, em 21º, e Álex, ficando na última colocação da tabela. Dani Pedrosa, assumindo o posto de Miguel Oliveira na Tech3, foi o 17º.

 

Os pilotos voltam para o traçado do circuito de Ricardo Tormo, em Valência, nesta quarta-feira para mais sete horas de ensaios.


MotoGP 2019, treinos coletivos, Valência, dia 1:


1

F QUARTARARO

SIC Yamaha

1:30.163

 

73

82


2

M VIÑALES

Yamaha

1:30.327

+0.323

58

66


3

F MORBIDELLI

SIC Yamaha

1:30.650

+0.338

30

71


4

A DOVIZIOSO

Ducati

1:30.665

+0.371

48

58


5

M MÁRQUEZ

Honda

1:30.698

+0.484

33

60


6

J MIR

Suzuki

1:30.811

+0.631

61

63


7

A RINS

Suzuki

1:30.958

+0.647

57

76


8

P ESPARGARÓ

KTM

1:30.974

+0.811

29

58


9

V ROSSI

Yamaha

1:31.012

+0.803

57

73


10

J MILLER

Pramac Ducati

1:31.130

+0.856

20

43


11

C CRUTCHLOW

LCR Honda

1:31.183

+1.106

63

69


12

D PETRUCCI

Ducati

1:31.433

+1.318

9

10


13

I LECUONA

LCR Honda

1:31.645

+1.347

55

57


14

A IANNONE

Tech3 KTM

1:31.674

+1.448

28

54


15

T RABAT

Aprilia Gresini

1:31.775

+1.488

50

53


16

A ESPARGARÓ

Avintia Ducati

1:31.815

+1.536

20

45


17

D PEDROSA

Aprilia Gresini

1:31.863

+1.689

38

52


18

M PIRRO

Tech3 KTM

1:32.016

+1.707

23

38


19

K ABRAHAM

Ducati

1:32.034

+1.763

44

47


20

B SMITH

Avintia Ducati

1:32.090

+1.927

46

50


21

B BINDER

Aprilia Gresini

1:32.645

+2.482

61

70


22

S BRADL

KTM

1:32.833

+2.670

25

25


23

A MÁRQUEZ

LCR Honda

1:32.873

+2.710

52

53






Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também