Quando Ronaldo Fenômeno humilhou Simeone

Se passaram quase 14 anos do momento em que quando Ronaldo Fenômeno humilhou Diego Simeone e, em seguida, o Atlético de Madrid. Vai ser difícil esquecer aquele 3 de dezembro de 2003, quando o brasileiro marcou no Santiago Bernabéu, na temporada 03/04, em jogo da La Liga, o gol mais rápido do Clássico de Madri.

O Real Madrid, na época, estava repleto de Galácticos. E o primeiro lance do jogo terminou com Simeone e Germán Burgos, seu atual assistente técnico, deitados no gramado. Raul e Ronaldo partiram do meio-campo, Zidane (agora treinador merengue) tocou para Roberto Carlos e o lateral deu a bola para R9.

Ronaldo Simeone

(Foto: Getty Images)

VEJA TAMBÉM:

O camisa 9 controlou a bola, fez um corte e entrou na área. Ninguém ia pará-lo. Um toque serviu para ridicularizar Simeone, e outro deixou o auxiliar, antes goleiro, vencido. O lance durou apenas 14 segundos, o mais rápido da história do confronto.

No mesmo palco, Simeone deve lembrar do lance, mas tentará esquecer e vencer a primeira partida da semifinal da Champions 2016/17. Seria uma boa maneira de começar sua vingança contra o Real Madrid.