Quando presidente do FNDE, novo ministro da Educação passou quase um quarto do tempo viajando

Yahoo Notícias
Carlos Alberto Decotelli Silva é o novo ministro da Educação (Foto: Agência Brasil)
Carlos Alberto Decotelli Silva é o novo ministro da Educação (Foto: Agência Brasil)

Carlos Alberto Decotelli Silva, novo ministro da Educação anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta quinta-feira (25), passou 23% do tempo como presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) viajando. Ou seja, a cada quase quatro dias no cargo, Decotelli fez uma viagem. As informações foram levantadas pelo jornal Metrópoles em julho de 2019.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Segundo o jornal, a preocupação dos servidores do órgão é que a ausência de Decotelli havia atrasado atividades, como compras previstas para aquele ano. O FNDE é a instituição responsável pela execução de políticas para a educação básica.

Até o fechamento da reportagem publicada no dia 24 de julho de 2019, Decotelli havia se ausentado do órgão 38 vezes em pouco mais de cinco meses como presidentes. Ele foi nomeado em 5 de fevereiro daquele ano.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Nesse período, ainda segundo levantamento do jornal, o governo federal desembolsou R$ 67 mil para custear as viagens. Os dados foram divulgados pelo Portal da Transparência. Decotelli esteve em destinos como Salvador, Rio de Janeiro, Fortaleza, Recife e Natal, entre outros.

Para se ter ideia, em apenas uma viagem, o governo gastou R$ 8,7 mil. O atual ministro da Educação havia visitado Manaus, capital do Amazonas, onde passou três dias entre 25 e 27 abril, participando de uma reunião com integrantes da Secretaria Estadual de Educação do Amazonas.

Leia também

Em agosto de 2019, Decotelli foi substituído do cargo pelo advogado Rodrigo Sergio Dias e passou a assumir a Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação (Semesp).

Hoje (25), tornou-se o novo ministro da Educação, após a demissão conturbada de Abraham Weintraub.

“Informo a nomeação do Professor Carlos Alberto Decotelli da Silva para o cargo de Ministro da Educação. - Decotelli é bacaharel em Ciências Econômicas pela UERJ, Mestre pela FGV, Doutor pela Universidade de Rosário, Argentina e Pós-Doutor pela Universidade de Wuppertal, na Alemanha", disse o presidente Jair Bolsonaro em publicação nas redes sociais.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também