Quando ainda estava ligado ao Cruzeiro, Edilson pediu para ser contratado pelo Avaí

Futebol Latino
LANCE!


Atualmente, o lateral-direito Edilson não está mais ligado a equipe do Cruzeiro. Contudo, quando o vínculo entre as partes anda era vigente, o atleta teria entrado em contato com o Avaí no início de 2020 para reforçar o plantel catarinense.

Em entrevista concedida a rádio CBN, o presidente Azurra, Francisco José Battistotti, afirmou com todas as letras que o gerente de futebol (o ex-jogador Marquinhos) recebeu uma ligação do próprio Edílson pedindo para que o Leão da Ressacada tentasse sua chegada junto ao time de Minas Gerais.

Entretanto, a transação sequer avançou de patamar pelo fato de que, na oportunidade, o clube de Florianópolis estava em situação financeira "no limite" de honrar seus compromissos, fator que inviabilizaria maiores investimentos como para trazer Edilson, por exemplo.

- Antes de o Edilson sair (do Cruzeiro) ele ligou para o galego (Marquinhos, gerente de futebol do Avaí) e pediu: ‘Me leva para o Avaí’. O galego veio até mim, disse ‘pô, presidente’. Eu disse, ‘galego, eu estou com o copo transbordando. Quem é que não quer trazer o Robinho ou Edílson? Mas o copo está transbordando’. Se eles vieram com a realidade do Avaí, como veio Ralf e Valdívia, tudo bem. Mas se não for na realidade, nós vamos aguardar - esclareceu o mandatário do Avaí.

Na mesma entrevista, Battistotti também comentou, em tom de cobrança, sobre a dívida que outro clube de Minas Gerais, o Atlético, possui junto ao clube em relação a ida do lateral-direito Guga para Belo Horizonte que foi acertada no fim de 2018:

- Essa pandemia vai mudar o futebol. Os caras vão pensar duas vezes. Tem time que está me devendo e está contratando, mas não me paga. Não irei ter essa irresponsabilidade de contratar se eu não tenho condições de pagar. É o Atlético-MG (que está me devendo). Estou ameaçando fazer uma denúncia neles, já que estão me devendo um valor que é 30% da última parcela, que não pagaram. Estou querendo denunciar na CBF e vou fazer isso.











Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também