Qual será? Volante Arthur, ex-Grêmio, escolhe partida mais especial da carreira

Fábio Utz Iasnogrodski
90min

​Qual jogador não sonha em vestir a camisa do Barcelona e disputar um clássico contra o Real Madrid? Pois Arthur possui esse feito no currículo. E qual jogador também não sonha em defender a seleção brasileira? Arthur também pode se gabar de ter tido essa oportunidade. Porém, é uma partida dos tempos de Grêmio que ele considera a mais especial da carreira até aqui.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Arthur Melo
Arthur Melo


Em live com O Clube Football, o meio-campista elencou a final da Libertadores de 2017, contra o Lanús (vitória por 2 a 1, na Argentina) como "o momento" da sua trajetória. "É uma coisa marcante. A gente estava desejando muito o título e vivia aquela atmosfera, com os torcedores colocando expectativa na gente, no nosso time", disse o atleta. Ele lembrou, inclusive, que sequer era nascido quando o Tricolor havia conquistado o bicampeonato sul-americano, em 1995. "A gente sofria junto com os torcedores porque queríamos presenteá-los com esse título."


Geromel, Luan, Arthur
Geromel, Luan, Arthur


No duelo em La Fortaleza, Arthur foi substituído por conta de um problema no tornozelo logo no início da segunda etapa. Mesmo assim, a atuação brilhante nos primeiros 45 minutos lhe rendeu o troféu de melhor em campo naquele decisão. "Gostei muito da minha participação, e tudo isso agrega. A atmosfera, depois a consagração do título e sendo o melhor jogador em campo. É bem legal relembrar esse momento", concluiu. E os gremistas, claro, só têm a agradecer ao camisa 29 pelo terceiro troféu continental da história do clube.


Para mais notícias do Grêmio, clique ​aqui.

Leia também