Qual a relação entre o Corinthians e São Jorge?

Lucas Humberto
·2 minuto de leitura

Data importante no Corinthians! No dia 23 de abril é comemorado o Dia de São Jorge, padroeiro do clube, que tem forte relação com a Fiel. O Santo Guerreiro, como é conhecido, protege o clube desde 1928.

Nos idos de 1967, o Alvinegro inaugurou uma capela em homenagem ao santo, embora a relação entre time/santidade tenha ficado mais conhecida alguns anos mais tarde, em 1974, após uma canção escrita por Paulinho Nogueira. Na ocasião, o Corinthians vivia um jejum de 20 anos sem título e a situação foi representada na música: "Oh, são 20 anos de espera. Mas meu São Jorge me dê forças, para poder um dia enfim, descontar meu sofrimento em cima de quem riu de mim".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Além disso, acredita-se que o Timão herdou São Jorge como padroeiro do Corinthian Football Club, time inglês que originou o Alvinegro. O santo também é protetor da Geórgia, Lituânia, Catalunha, Sérvia, Etiópia, Londres, Barcelona, entre outros. Ou seja, a tradição teria sido incorporada pelo clube brasileiro.

Outra coincidência histórica fica por conta da sede social da equipe, que fica na Rua São Jorge, 777, no bairro Parque São Jorge, na zona leste de São Paulo. O Santo Guerreiro foi eternizado no uniforme grená de 2011 ao ser desenhado em cima de um cavalo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A tradição católica conta que São Jorge foi morto no ano de 303 pelo Imperador Diocleciano, pois não se converteu aos deuses romanos e seguiu com sua fé cristã. Em suas representações mais comuns, o santo está enfrentando um dragão com uma espada.