Qual o impacto do coronavírus na receita dos clubes do Brasil? Flamengo e Inter estão entre os mais afetados

Goal.com

Que a pandemia do novo coronavírus está impactando a grande maioria dos clubes não é novidade. Porém, o prejuízo financeiro pode ser maior do que muitos esperavam no Brasil. Flamengo, São Paulo e Internacional estão entre os clube que mais vão perder, enquanto Atlético-MG é o que se “salva” entre os principais times brasileiros.

De acordo com estudo publicado pela Sports Value, empresa especializada consultoria financeira e marketing esportivo, os vinte clubes da primeira divisão do Brasil podem perder um total de R$ 2,5 bilhões, fazendo com que a receita conjunta dessas equipes seja reduzida para R$ 3,6 bilhões em 2020, frente a R$ 6,1 bilhões em 2019.

O quesito que irá trazer o maior impacto para os clubes, segundo o estudo, será a receita com vendas de jogadores, que deve gerar perdas de até R$ 800 milhões no total em comparação com o ano de 2019, seguido de direitos de TV (até R$ 500 milhões) e bilheteria (até R$ 410 milhões). Receitas com patrocínio, premiação, sócio-torcedor e com o clube social também foram computadas.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Entre os clubes, o Flamengo será um dos mais impactados, com uma queda de 42% na receita em comparação com o ano passado. Com o desempenho fantástico de 2019, os títulos e as vendas de jovens para a Europa, o rubro-negro carioca arrecadou um total de R$ 950 milhões, com boa parte dos ganhos vindo de transferências, direitos de TV e bilheteria. O total esperado para 2020 é de R$ 551 milhões.

Além do Flamengo, Athlético e Internacional são os clubes brasileiros que mais devem sentir os efeitos da pandemia, com perdas de receita superiores a 40% em comparação com o ano passado (43%, 42%, respectivamente). 

O Cruzeiro também deve faturar 44% a menos do que em 2019, mas boa parte desse prejuízo está relacionado com a queda do clube para a série B do Campeonato Brasileiro.

Dentre os maiores clubes do Brasil, Atlético-MG e Grêmio são os que devem perder menos em comparação com o ano de 2019. O estudo projeta uma arrecadação de R$ 260 milhões ao final de 2020 para o Galo, e de R$ 325 milhões para o tricolor gaúcho (perdas de 27% e 26%, respectivamente).

Clube

Receita em 2019 (R$)

Receita esperada para 2020 (R$)

Perda projetada

Flamengo

950 milhões

551 milhões

42%

Palmeiras

642 milhões

425 milhões

34%

Internacional

441 milhões

261 milhões

41%

Grêmio

440 milhões

325 milhões

26%

Corinthians

426 milhões

279 milhões

34%

Santos

400 milhões

262 milhões

34%

São Paulo

398 milhões

260 milhões

35%

Athlético

390 milhões

221 milhões

43%

Atlético-MG

354 milhões

260 milhões

27%

Leia também