Qual deveria ser a Seleção Brasileira titular para o duelo contra o Equador pelas Eliminatórias?

·3 minuto de leitura

Líder das Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo, o Brasil recebe o Equador nesta sexta-feira (04), pela sétima rodada do torneio. Com novos nomes à disposição e pensando na Copa América, Tite deverá promover algumas mudanças e, ao mesmo tempo, prestigiar jogadores que fizeram grande temporada.

Através de trechos dos treinos no canal oficial da CBF, foi possível captar que a provável escalação do treinador tem: Alisson, Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Fred, Lucas Paquetá; Richarlison, Neymar e Gabigol.

Defesa sólida

No que diz respeito ao setor defensivo, dificilmente veríamos um goleiro diferente. Alisson teve seus momentos de fragilidade no Liverpool, mas encerrou a temporada de cabeça erguida e conquistando único objetivo da campanha: vaga na próxima Champions League. Embora Ederson tenha conduzido a defesa menos vazada do Campeonato Inglês, o arqueiro dos Reds, nesse momento, ainda está mais preparado. Weverton é soberano no cenário nacional, porém Tite nunca escondeu a preferência pelos atletas que estão no exterior.

Alisson teve altos e baixos, mas terminou bem na temporada. | Alex Livesey/Getty Images
Alisson teve altos e baixos, mas terminou bem na temporada. | Alex Livesey/Getty Images

A escolha dos zagueiros, caso seja confirmada, não poderia ser mais lógica: Éder Militão, substituindo ninguém menos que Sergio Ramos, se saiu muito bem no Real Madrid. Marquinhos, por sua vez, teve bom desempenho no Paris Saint-Germain. Thiago Silva sentiu na final da Champions League e deve ser justamente poupado.

Com relação aos laterais, o técnico pode optar pela dupla da Juventus: Danilo e Alex Sandro, este último substituindo Renan Lodi. A escolha de ambos abre espaço para muitos questionamentos, afinal, havia nomes melhores disponíveis. Guilherme Arana, presente no grupo olímpico, adicionaria muito mais ao time principal. Vale lembrar que Daniel Alves foi cortado após lesão.

Meio-campo de interrogações

Sem sombra de dúvidas, a faixa central do campo irá gerar muitos debates. Casemiro, regularíssimo no Real Madrid, talvez seja uma das únicas unanimidades.

Muitos torcedores podem argumentar que havia opções melhores. De fato. Contudo, a presença de Fred e Lucas Paquetá não é tão injusta quanto parece. Ambos se destacaram em seus respectivos clubes (Manchester United e Lyon) e merecem oportunidade.

Fred não é tão ruim quanto muitos falam. | Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images
Fred não é tão ruim quanto muitos falam. | Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images

Podemos observar o meio-campo de duas formas: haviam, sim, nomes melhores, mas é injusto desmerecer os convocados.

Ataque lógico

Neymar e Gabigol. A dupla de atacantes mistura velocidade, precisão e boa pontaria no momento de finalizar. Richarlison, titular no Everton, fez uma temporada com números modestos, mas possui experiências anteriores na seleção e esse fator pode ser determinante. Outros jogadores presentes não tiveram desempenho superior: Firmino foi menos definidor que necessário, Gabriel Jesus fez uma temporada apagada no City e Vinícius Júnior, embora tenha brilhado contra o Liverpool, não merece ser titular de imediato.

Gabigol deve fazer dupla com Neymar. | MAURO PIMENTEL/Getty Images
Gabigol deve fazer dupla com Neymar. | MAURO PIMENTEL/Getty Images

Também podemos observar os atacantes de maneira semelhante aos meio-campistas: havia, sim, opções melhores, mas estamos bem servidos.

Brasil e Equador se enfrentam nesta sexta-feira (04), às 21h30 de Brasília.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos