Quais funções devem ser priorizadas pelo Inter na atual janela

Elenco do Inter em treino na cidade de Viamão (RS) (Ricardo Duarte/Internacional)


A formação de elenco do Internacional para 2023 deve contar com, pelo menos, três adições a atual lista de opções disponíveis para o técnico Mano Menezes. Neste momento, o plantel do Colorado tem 29 jogadores.

Duas posições devem ser reforçadas no setor de meio-campo, local onde o Inter perdeu Edenílson para o Atlético-MG e Gabriel, que segue no clube, mas se recupera de lesão grave no joelho. Inicialmente, a previsão é de que ele retorne aos gramados somente no segundo semestre de 2023.

>Torcedores, autoridades e estrelas do futebol dão o último adeus ao Rei Pelé; siga ao vivo

O nome de Lucas Romero foi aquele que mais se aproximou de acerto no setor e de características semelhantes a Gabriel. Todavia, o Independiente-ARG acabou se acertando para negociá-lo com o León-MEX.

A posição de centroavante deve ser reforçada com a saída de Braian Romero, também para o futebol mexicano, onde atualmente estão Alemão (artilheiro da última temporada na equipe com dez gols em 42 partidas) e Mikael, que só fez um jogo no Colorado na temporada recém-finalizada.

Outra parte do plantel que pode ser incrementada em caso de saída é a defesa, já que o Inter entende a complexidade de prolongar seu vínculo com Vitão, emprestado pelo Shakhtar Donetsk-UCR. Entretanto, neste momento, a ideia é de insistir nas tratativas por já ter um atleta adaptado ao elenco e ao estilo de jogo implementado por Mano.