Quais cidades Pelé morou?

Pelé aos 10 anos no Baquinho de Bauru, uma das cidades em que morou. Foto: 4imagens/Getty Images
Pelé aos 10 anos no Baquinho de Bauru, uma das cidades em que morou. Foto: 4imagens/Getty Images

Nascido em Três Corações, cidade do interior de Minas Gerais da qual virou símbolo, Pelé pouco viveu no local, tendo se mudado aos três anos de idade para São Lourenço, outra cidade mineira. Apesar disso, em Três Corações foi erguida um monumento especial em homenagem ao tricampeonato mundial da Seleção Brasileira em 1970, com destaque para uma estátua de Pelé erguendo a Taça Jules Rimet, o trófeu então recebido pela equipe brasileira. Conhecida pela produção de café, milho e leite, a cidade também conta com diversas indústrias de médio e grande porte, com destaque na área da metalurgia.

A mudança para São Lourenço foi devido ao trabalho do pai, Dondinho, que era jogador de futebol e foi contratado pela equipe local, o Vasco de São Lourenço. Foi no clube que o pequeno Edson virou fã do companheiro de equipe do pai, o goleiro Bilé. Imitando as defesas do arqueiro e gritando “Pilé”, uma forma um pouco diferente do nome original, foi assim que o Rei recebeu o apelido que o tornou famoso nos quatro cantos do mundo. São Lourenço tem como principal atividade o turismo, já que se localiza no Circuito das Águas de Minas Gerais, região de fontes naturais, lagos e rios que atrai visitantes de todo o país em busca de lazer e descanso.

Após a passagem pelo Vasco, seu Dondinho foi contratado pelo Bauru Atlético Clube (BAC), da cidade de mesmo nome no interior paulista, e a família novamente realizou sua mudança. Foi em Bauru que Edson virou Pelé de vez, e deu seus primeiros passos no futebol. Inicialmente uma cidade baseada na cultura do café, Bauru logo se tornou bastante industrializada, e foi graças a essa industrialização que os campeonatos de futebol na região se tornaram bastante atrativos, com as indústrias criando suas próprias equipes para participarem dos campeonatos municipais e regionais. O principal rival do BAC, o Esporte Clube Noroeste, foi um desses clubes fundados por funcionários da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, uma companhia ferroviária brasileira.

ADEUS AO REI DO FUTEBOL:

De Bauru Pelé partiu para Santos, para jogar no clube que o consagrou, onde morou dos 16 aos 35 anos, quando foi jogar nos Estados Unidos. A mãe de Pelé, Celeste, ainda reside em Santos ao lado da irmã do ex-jogador, Maria Lúcia. A principal cidade do litoral paulista se tornou a base para a família Arantes do Nascimento após o sucesso do craque.

Em Nova York Pelé permaneceu durante três anos, quando atuou pelo New York Cosmos, e encantou a cidade com seu talento e carisma. Ao lado da então mulher, Rosemeri, e dos filhos Edinho e Kely, o Rei fez aulas de inglês, desfilou ao lado de celebridades do cinema e da música, e frequentou locais da moda, como o Studio 54, célebre discoteca do auge do movimento disco nos anos 70. Tratado como sumidade na cidade em todas suas visitas mesmo muito depois da aposentadoria no futebol, Pelé faz parte da vida novaiorquina até hoje, sendo parte de obras de arte e da memória coletiva da cidade.

De volta ao Brasil Pelé se dividiu entre Santos e São Paulo como locais de residência, apesar de manter casas em diversos locais como Recife, Miami, Nova York e até mesmo em Guarujá, ao lado de Santos. Cidadão do mundo, Pelé morreu em São Paulo, no hospital Albert Einstein, aos 82 anos, nesta quinta-feira (29).