Pupilo de McGregor é dominado e perde para Swanson no UFC Nashville

Pupilo de McGregor é dominado e perde para Swanson no UFC Nashville

Apadrinhado por Conor McGregor, Artem Lobov ganhou uma chance de ouro ao ser escalado para enfrentar Cub Swanson na luta principal do UFC Fight Night 108, disputado na cidade de Nashville (EUA). No entanto, não deu para o russo, que sucumbiu diante do ótimo norte-americano e foi derrotado após os cinco rounds da luta principal do evento.

Contente com o bom desempenho, Swanson aproveitou o momento para desafiar José Aldo, atual campeão dos penas (66 kg) e atleta com quem já lutou no extinto WEC, em 2009 – na ocasião, o brasileiro venceu com um nocaute em 8s.

“Quero lutar com José Aldo logo. Chegou a hora, acho. Venci nove de dez lutas, então vamos lá”, afirmou ainda dentro do octógono, se confundindo com os números, já que o americano possui duas derrotas nas últimas 12 lutas.

Lobov, por sua vez, volta a perder após duas vitórias seguidas. O russo possui um cartel com 14 vitórias, 13 derrotas, um empate e uma luta sem resultado.

A luta

Após um primeiro round mais equilibrado, Swanson voltou melhor para a segunda etapa do duelo. O americano colocou a luta para baixo e chegou muito perto de finalizar Lobov no mata-leão, mas o russo sobreviveu como pode e conseguiu se manter vivo até a buzina apitar.

A terceira parcial foi completamente dominada por Cub Swanson. Encontrando a distância certa, o americano distribuiu todo o seu arsenal de golpes cheios de efeito na trocação, inclusive fazendo gracinhas e provocando o rival. Mas Lobov não estava morto.

O russo até tentou igualar a peleja no início do quarto round e passou a acertar alguns golpes. No entanto, novamente Swanson se encontrou e tomou conta do octógono com ótima movimentação, incluindo uma cotovelada giratória que arrancou aplausos dos presentes.

No quinto e último round, novamente Cub Swanson mostrou superioridade e, além de melhor em pé, aplicou uma queda sensacional no finalzinho para não deixar dúvidas de quem foi o verdadeiro vencedor. Na papeleta dos juízes laterais, vitória do americano por 49-46, 49-46 e 50-45.

Card Principal

Cub Swanson venceu Artem Lobov por decisão unânime dos juízes laterais;
Al Iaquinta venceu Diego Sanchez por nocaute no primeiro round;
Ovince Saint Preux venceu Marcos Rogério ‘Pezão’ por finalização (Von Flue Choke) no segundo round;
John Dodson venceu Eddie Wineland por decisão unânime dos juízes laterais;
Stevie Ray venceu Joe Lauzon por decisão najoritária dos juízes laterais;
Mike Perry venceu Jake Ellenberger por nocaute no segundo round;

Card Preliminar

Thales Leites venceu Sam Alvey por decisão unânime dos juízes laterais;
Brandon Moreno venceu Dustin Ortiz por finalização (mata-leão) no segundo round;
Scott Holtzman venceu Michael McBride por decisão unânime dos juízes laterais;
Danielle Taylor venceu Jessica Penne por decisão unânime dos juízes laterais;
Alexis Davis venceu Cindy Dandois por decião unânime dos juízes laterais;
Bryan Barberena venceu Joe Proctor por nocaute no primeiro round;
Hector Sandoval venceu Matt Schnell por nocaute no primeiro round.