PT e outros seis partidos entrarão com pedido coletivo de impeachment contra Bolsonaro

Yahoo Notícias
Pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro é assinado por sete partidos e 400 instituições (Foto: AP Foto/Eraldo Peres)
Pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro é assinado por sete partidos e 400 instituições (Foto: AP Foto/Eraldo Peres)

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, anunciou nesta quinta-feira que será dada a entrada de um pedido coletivo de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Segundo Gleisi, o documento junta sete partidos políticos e mais de 400 entidades.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

“Bolsonaro precisa ser impedido, seu governo está levando o Brasil e a maioria do povo para uma tragédia”, escreveu a petista. Entre as siglas que assinaram o pedido coletivo estão PCdoB, PSOL, PSTU, PCB, PCO e UP, além do PT.

Em nota, o Partido dos Trabalhadores explica que Bolsonaro é acusado de cometer crimes de responsabilidade, atentar contra a saúde pública e arriscar a vida da população pelo comportamento à frente da pandemia do coronavírus. “Bolsonaro não tem condições políticas, administrativas e humanas de governar o Brasil. Briga com todo mundo o tempo inteiro e não protege o povo. Tem de ser impedido”, disse Gleisi Hoffmann em nota divulgada pelo partido.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Instituições como o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Associação Brasileira de Economistas pela Democracia, Marcha Mundial das Mulheres e Movimento Negro Unificado estão entre os signatários do pedido.

Leia também

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Para que o processo de impeachment de Bolsonaro seja levado à cabo, é necessário que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, acate o pedido. Até o momento, há cerca de 26 requerimentos para o impedimento do atual presidente da República.

Leia também