PSG vence Juventus, mas perde liderança do grupo na Champions para o Benfica

O Paris Saint-Germain, que já estava classificado para as oitavas de final da Liga dos Campeões, venceu nesta quarta-feira a Juventus por 2 a 1 em Turim, resultado que não foi suficiente para garantir a liderança do Grupo H, que ficou com o Benfica.

O PSG chegou à vitória graças aos gols de Kylian Mbappé e Nuno Mendes, enquanto Leonardo Bonucci marcou para a Juve.

O primeiro lugar da chave ficou com os 'Encarnados', que reverteram a diferança no saldo de gols a favor dos franceses com a goleada por 6 a 1 sobre o Maccabi Haifa.

Por se classificar em segundo, o time parisiense pode enfrentar nas oitavas equipes como Bayern de Munique, Real Madrid ou Manchester City, a depender so sorteio que será realizado na próxima segunda-feira

O técnico Christophe Galtier pediu a seus jogadores que tentassem marcar um terceiro gol, mas já era tarde.

"Durante o jogo não sabíamos. No final, tentaram nos avisar, mas já era o final. Não é grave, estamos classificados", declarou Mbappé depois da partida. "Vamos acompanhar o sorteio e jogaremos para ganhar", continuou o astro francês.

O atacante, que marcou seu sétimo gol nesta Champions, o artilheiro da competição, abriu o placar em grande jogada individual e bela finalização, sem chances para o goleiro Wojciech Szczesny.

Bonucci deixou tudo igual após uma assistência do colombiano Juan Cuadrado, mas Mendes fez o gol que decretou a vitória do PSG.

A Juve, que foi para o jogo com uma série de desfalques, como o francês Paul Pogba e o argentino Ángel Di María, contou com o retorno de Federico Chiesa, que não jogava desde janeiro e entrou em campo aos 29 minutos do segundo tempo.

- Chuva de gols -

Em Israel, o gol de João Mário nos acréscimos colocou o Benfica no pote 1 do sorteio das oitavas de final da Champions.

Antes, os 'Encarnados' balançaram as redes com Gonçalo Ramos, Petar Musa, Alejandro Grimaldo, Rafa Silva e Henrique Araújo.

O Maccabi Haifa chegou a empatar em 1 a 1 com Tjaronn Chery em cobrança de pênalti, resultado que colocaria os israelenses na Liga Europa, mas no final a vaga na segunda competição de clubes mais importante da Europa ficou com a Juventus.

eba-alu-ama/lh/rsc/dr/cb