PSG garante primeiro lugar no grupo A da Champions

AFP
Jogadores do PSG comemoram o resultado
Jogadores do PSG comemoram o resultado

Atrás no placar durante boa parte do jogo, o PSG foi buscar um empate em 2 a 2 nos minutos finais com o Real Madrid e garantiu o primeiro lugar no Grupo A da fase de grupos da Champions, nesta terça-feira, no estádio Santiago Bernabéu.

Após Karim Benzema colocar o Real em vantagem ao balançar as redes duas vezes (17', 79'), os parisienses reagiram na reta final, diminuindo o prejuízo com Kylian Mbappé (81') e empatando em belo chute no ângulo de Pablo Sarabia (83').

"Sofremos dois gols no fim, mas foi um bom jogo para nós e estamos no caminho certo", declarou Benzema após a partida.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O Real Madrid havia garantido a classificação para o mata-mata da Champions antes mesmo da bola rolar na capital espanhola, beneficiado pelo empate em 1 a 1 entre o Brugge e o Galatasaray na outra partida do grupo, disputada mais cedo.

- Navas salva o dia -

O esperado era que Mbappé e Neymar, que saiu do banco e entrou no intervalo, fossem as estrelas do PSG na partida, mas quem roubou a cena foi o goleiro Keylor Navas, que virou protagonista do duelo com diversas defesas difíceis diante de um inspirado ataque do Real.

O time espanhol iniciou a partida pressionando ferozmente a saída de bola francesa e apostando em rápidas trocas de passes no ataque. Deu certo.

Aos 17 minutos, Valverde tabelou com Carvajal pela ponta esquerda e cruzou na medida para Isco finalizar, mas a bola foi parar na trave. No rebote, Benzema mostrou oportunismo e abriu o placar.

O gol pareceu dar ainda mais ânimo ao Real Madrid, que começou um festival de belas jogadas, se aproximando com facilidade do gol de Navas, na primeira partida do goleiro costarriquenho no Santiago Bernabéu desde que deixou o clube merengue em agosto.

Navas apareceu para salvar o PSG em dois chutes colocados de Toni Kroos (27', 33'), uma bomba de Carvajal (39'), uma finalização de Marcelo (39') e um chute à queima-roupa de Benzema (46').

A zaga do PSG sofria para segurar o ímpeto do ataque do Real e a habilidade de Isco, Valverde e Hazard, que precisou sair de campo no início do segundo tempo com uma lesão no tornozelo.

Acuado, o PSG acreditou ter a chance de empatar a partida antes do intervalo, após o árbitro sinalizar pênalti em Icardi, derrubado dentro da área pelo goleiro Thibaut Courtois. Mas o VAR entrou em ação e anulou o lance devido a uma falta de Gueye sobre Marcelo na origem da jogada.

Na volta do vestiário, Tuchel colocou Neymar, recuperado de lesão na coxa, no lugar de Gueye para tentar dar mais criatividade à equipe.

- PSG reage -

Com o brasileiro em campo, a partida ficou mais aberta. Enquanto o PSG apostava na qualidade de seus jogadores ofensivos para tentar empatar, o Real assustava Navas nos contra-ataques.

Aos 34 minutos, o Real pareceu dar o golpe de misericórdia ao aproveitar um desses contra-ataques com Benzema, que marcou seu segundo gol na partida, desta vez de cabeça, após cruzamento preciso de Marcelo.

Mas um erro defensivo recolocou o PSG na partida dois minutos depois: Raphael Varane e Courtois não se entenderam na hora de cortar um cruzamento rasteiro e a bola sobrou limpa para Mbappé balançar as redes.

E não deu tempo do Real se recompor. No ataque seguinte, após ótima troca de passes entre Neymar, Mbappé e Icardi, a bola sobrou dentro da área para Sarabia, que acertou um lindo chute no ângulo, empatando a partida.

Na última jogada da partida, o Real roçou com a vitória, mas a cobrança de falta de Gareth Bale foi parar na trave.

Leia também