PSG define cobradores de pênaltis, mas Neymar e Cavani não mostram afinidade

Desde que se desentenderam no jogo entre Paris Saint-Germain e Lyon, os atacantes Neymar e Cavani não mostraram qualquer afinidade nos treinos. Nesta terça-feira (26), o técnico Unai Emery disse que está tudo resolvido, mas os jogadores seguem distantes, não se falam e nem se olham - pelo menos esse é o comportamento mostrado diante da imprensa.

Questionado sobre o assunto em entrevista coletiva, Unai respondeu: "já falei com os jogadores. Eles sabem como as coisas vão funcionar dentro de campo e nos pênaltis".

Unai não quis antecipar quem será o cobrador de pênaltis e despistou: "são muitos jogadores preparados para bater, e muitos querem bater. Depois vemos com as estatísticas e responsabilidades quais são os mais preparados para bater. E os dois são preparados para isso, o Cavani e o Neymar. Quero os dois com essa responsabilidade. Teremos muitos pênaltis para os dois baterem e converterem, que é o mais importante".

Unai só deixou o treino aberto para imprensa durante 15 minutos. Durante esse tempo, Cavani chegou ao campo antes de Neymar e não se misturou com o brasileiro, que interagiu e fez brincadeiras com Mbappé, Lucas Moura e Marquinhos.

Mbappé e Neymar PSG Treino 26 09 17


Neymar se recuperou de dores no pé, como era esperado (Foto: FRANCK FIFE/AFP/Getty Images)

Por enquanto a principal boa notícia para o PSG é que praticamente todos jogadores do time estarão à disposição do técnico na partida contra o Bayern de Munique, pela fase de grupos da Champions League, nesta quarta-feira (27). O único desfalque será Pastore.