PSG dedica seu título aos profissionais da saúde e "outros heróis"

AFP

O Paris Saint-Germain, que se sagrou campeão francês após a suspensão definitiva da Ligue 1 nesta quinta-feira pela Liga Francesa de Futebol Profissional (LFP), dedicou o título aos profissionais da área de saúde na luta contra o coronavírus.

"Desejamos dedicar este título de campeão a todos os profissionais da saúde e a outros heróis do dia a dia, cujo compromisso e abnegação por muitas semanas tiveram nossa maior admiração", declarou o presidente do clube, Nasser Al Khelaifi.

O LFP decretou nesta quinta-feira o final da temporada e a atribuição da taça ao PSG, líder no momento da interrupção do torneio em meados de março.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

É o nono título nacional do PSG e o terceiro conquistado de forma consecutiva.

"Entendemos, respeitamos e apoiamos as decisões tomadas pelo governo francês para interromper o campeonato. A saúde, como o governo sempre disse, deve ser a prioridade de todos", disse Al Khelaifi.

"Nestes tempos difíceis, espero que isso dê um pouco de felicidade e esperança a todos os nossos fãs (...) Estou ansioso para comemorar este título, quando as condições o permitirem, com a grande família do Paris Saint-Germain", disse ele.

O Conselho de Administração da Liga Francesa de Futebol Profissional (LFP) anunciou nesta quinta-feira a classificação final da temporada 2019-2020 da Ligue 1, interrompida definitivamente após 28 dias (com uma partida pendente, Strasbourg-PSG), usando como critério, um coeficiente de pontos para os jogos disputados.

O LFP levou em consideração "o número de pontos alcançados em todos os jogos disputados", explicou Didier Quillot, diretor-geral executivo do conselho, em entrevista coletiva por telefone.

No caso de igualdade entre dois clubes, como é o caso de Nice e Reims, por exemplo, "confrontos diretos são levados em consideração", afirmou.

Nessa classificação, o Olympique de Marselha e o Rennes conseguiram uma vaga para disputar a próxima Liga dos Campeões, enquanto o grande perdedor entre os maiores clubes do país foi o Lyon, que em sétimo lugar ficou fora das competições europeias do próximo ano, algo que não acontecia há mais de vinte anos.

De acordo com a classificação final divulgada pela LFP em uma entrevista coletiva por telefone, Toulouse e Amiens são as equipes rebaixadas para a segunda divisão, enquanto Lorient e Lens chegam à elite da Ligue 2, o que poderia levar a uma onda de ações perante os tribunais esportivos e administrativos.

- Classificação final da Ligue 1 francesa 2019-2020:

1. PSG (2,52 pontos por partida)

2. Olympique de Marselha (2,00)

3. Rennes (1,79)

4. Lille (1,75)

5. Nice (1,46)

6. Reims (1,46)

7. Lyon (1,43)

8. Montpellier (1,43)

9. Monaco (1,43)

10. Strasbourg (1,41)

11. Angers (1,39)

12. Bordeaux (1,32)

13. Nantes (1,32)

14. Brest (1,21)

15. Metz (1,21)

16. Dijon (1,07)

17. Saint-Etienne (1,07)

18. Nîmes (0,96)

19. Amiens (0,82)

20. Toulouse (0,46)

OBS: o campeonato francês da primeira divisão foi interrompido no dia 28. O jogo entre Strasbourg e PSG, adiado, estava pendente de disputa, assim como os demais jogos a partir dessa 28ª rodada. Não foi possível retomar o campeonato devido à pandemia do novo coronavírus.

- Campeões desde que a competição passou a se chamar Campeonato Francês de Futebol Profissional Ligue 1 (em 2002-2003):

2003: Lyon

2004: Lyon

2005: Lyon

2006: Lyon

2007: Lyon

2008: Lyon

2009: Bordeaux

2010: Olympique de Marselha

2011: Lille

2012: Montpellier

2013: Paris Saint-Germain

2014: Paris Saint-Germain

2015: Paris Saint-Germain

2016: Paris Saint-Germain

2017: Monaco

2018: Paris Saint-Germain

2019: Paris Saint-Germain

2020: Paris Saint-Germain

- Clubes com mais títulos: 10, Saint-Etienne (1957, 1964, 1967, 1968, 1969, 1970, 1974, 1975, 1976 e 1981), à frente do PSG e do Olympique de Marselha (9 títulos cada)

Recorde de títulos consecutivos: 7, Lyon (2002 a 2008)

Leia também