Przybylko, atacante polonês da MLS, se diz recuperado do coronavírus

AFP
O atacante polonês Kacper Przybylko, em sua passagem pelo Colônia, da Alemanha, durante uma partida contra o Arsenal
O atacante polonês Kacper Przybylko, em sua passagem pelo Colônia, da Alemanha, durante uma partida contra o Arsenal

O atacante polonês Kacper Przybylko anunciou que foi ele o jogador do Philadelphia Union, da MLS, quem testou positivo para COVID-19 no final de março e garantiu que está totalmente recuperado.

No dia 1º de abril, o Union informou o positivo de um de seus funcionários, que não identificou, no primeiro caso de contágio por coronavírus relatado na Liga Americana de Futebol, a Major League Soccer (MLS).

"Eu só precisava de um pouco de tempo antes de compartilhar isso com todos", disse Przybylko, de 27 anos, em um vídeo postado no site de sua equipe.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O ex-atacante dos times alemães Kaiserslautern e Colônia relatou os efeitos causados pelo vírus e sua atual condição física após passar por uma quarentena de duas semanas.

"Me sinto bem agora. Me sinto totalmente recuperado", disse Przybylko. "Estou esperando o momento mágico para voltar aos treinos".

Ao informar sobre o caso de contágio no seu elenco, o Union disse que o jogador teve sintomas leves e que não era necessário testar os demais colegas e funcionários, porque as instalações do clube estavam fechadas desde 12 de março e eles não tiveram outro contato com o jogador afetado.

"Eu imediatamente avisei os responsáveis da equipe sobre meus sintomas e me coloquei diretamente em auto-isolamento", lembrou o jogador.

Przybylko, nascido na Alemanha, jogou em quatro clubes da Bundesliga antes de ser transferido para o Union, marcando 15 gols na última temporada, apesar de uma lesão o ter tirado dos playoffs da MLS.

Leia também