Proximidade com Abel e jogo duro do Braga: o interesse do Palmeiras em André Horta

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura


O técnico Abel Ferreira indicou o nome de um meio campista para o Palmeiras, como antecipado pelo Jornal A Bola. Trata-se de André Horta, jogador do Braga, time português que foi treinado pelo atual comandante do Verdão. Aos 24 anos, o atleta teve um início de carreira meteórico, no Benfica. Tido como uma das maiores promessas do país, ele acabou negociado com o futebol dos Estados Unidos por mais € 6 mi, algo como R$ 42 mi, na cotação atual.

De volta ao país natal, reencontrou seus melhores momentos sob a liderança de Abel Ferreira. Segundo apurou o NOSSO PALESTRA, o ‘todo-campista’, como se referem alguns ex-companheiros de André, gosta de aventuras e vê com bons olhos o fato de mudar-se para o Brasil, ainda mais para o Palmeiras, que está muito bem falado no país lusitano depois da Tríplice Coroa conquistada com Abel. Jogar por aqui agradaria.

Do lado do Braga, a promessa é de jogo duro. Apurou o NP que o clube não recebeu quaisquer contatos oficiais do Palmeiras e que não tem interesse em vender seu jogador. Um dirigente ainda afirmou que para contratá-lo é preciso agradar bastante ao Braga para que seja possível um acordo. A vontade do atleta, no entanto, pode ajudar.

Sem qualquer problema físico, o atleta tem o estilo de jogo que o Palmeiras tem adotado para seus nomes de meio campo, inclusive nas categorias de base, e poderia chegar para jogar à medida que Abel precisasse. A promessa, de todos os lados, é que a negociação se alongue, afinal André tem contrato até 2024 e é parte importante do plantel do Braga.