Provocação, invasão e apoio: clima de São Paulo e Palmeiras na Copinha termina mal em Barueri; assista

·2 min de leitura
Torcida do São Paulo viveu fortes emoções na Arena Barueri (Foto: Gabriel Santos)


A vitória do Palmeiras sobre o São Paulo, por 1 a 0, na Arena Barueri, pela semifinal da Copinha, teve de tudo fora do campo. Com torcida apenas do Tricolor, o que se viu foi uma bonita festa na arquibancada, mas que foi 'manchada' pela invasão de torcedores, um deles portando uma faca.


Antes da partida, a pressão a favor do São Paulo era muito grande. Logo na entrada dos jogadores do Palmeiras para o aquecimento, a torcida vaiou os palmeirenses.

Ainda aconteceram provocações, como gritos de 'Não tem Copinha, não tem Mundial', cântico já repetido por diversas torcidas que enfrentam o Alviverde.

No entanto, os pouco mais de 11 mil torcedores presentes no estádio levaram um balde de água fria logo com quatro minutos, com o gol de Giovani, após falha na saída de bola. Porém, nada que impedisse a cantoria dos são-paulinos, chegaram até mesmo a cantar mais alto.

O apoio não foi o suficiente para o empate do São Paulo, que até pressionou, mas não conseguiu marcar. Um fato lamentável ainda aconteceu. Nos acréscimos, um torcedor entrou com uma espécie de faca e foi para cima dos jogadores do Palmeiras. O ato rendeu confusão.

Após o fim da partida, apoio não faltou aos garotos, que saíram aplaudidos de campo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos