Americano diz que disputa com russo "provavelmente não foi limpa"

·1 minuto de leitura
Ryan Murphy, Evgeny Rylov e Luke Greenbank no pódio (JONATHAN NACKSTRAND/AFP via Getty Images)
Ryan Murphy, Evgeny Rylov e Luke Greenbank no pódio (JONATHAN NACKSTRAND/AFP via Getty Images)

Depois de perder o ouro nos 200 metros costas da natação olímpica para o russo Evgney Rylov, na última quinta-feira (29), o norte-americano Ryan Murphy contestou resultado ao lembrar do escândalo de doping na Rússia.

- Quando me perguntam sobre isso (o caso de doping na Rússia), tenho cerca de 15 pensamentos. E 13 deles me colocaria em problemas. Tento não me deixar levar por isso. É um grande esgotamento mental saber que estou em uma corrida que provavelmente não é limpa. - o nadador para o Sports Illustrated.

Leia também:

Apesar da Rússia estar oficialmente banida dos Jogos Olímpicos de Tóquio por uma série de violações, os competidores ainda podem disputar as competições caso façam exames de doping em outros países. 

A bandeira que é erguida também não é da Rússia, mas sim do Comitê Olímpico Russo. Mas o nadador não achou justo ter que competir contra um atleta que supostamente faria uso de doping.

- As pessoas que sabem melhor sobre essa situação que tomaram essa decisão. Isso me frustra. - Ryan comentou sobre a participação dos atletas russos.

Mas durante coletiva de imprensa ele tentou se explicar, afirmando não ser um tipo de indireta para o campeão olímpico:

- Minha intenção não é fazer nenhuma alegação aqui. Parabéns ao Evgeny e ao Luke, ambos são grandes nadadores e trabalharam muito. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos