Em prova conturbada, Viñales garante vitória no GP do Catar

O espanhol Maverick Viñales começou a temporada de 2017 do MotoGP com o pé direito. Em corrida conturbada com diversas complicações devido à chuva, o espanhol, que fazia sua estreia pela Yamaha e havia saído na pole position, foi ameaçado em diversas oportunidades. No entanto, conseguiu superar as dificuldades e vencer a corrida, que foi a primeira do calendário da categoria.

A segunda colocação ficou com Andrea Dovizioso. O italiano da Ducati largou em quinto e liderou a prova durante diversos momentos. Na volta final, no entanto, foi ultrapassado por Viñales e terminou em segundo. O pódio foi fechado pelo também italiano Valentino Rossi, da Yamaha, que fez uma corrida de recuperação após iniciar em 10º e conseguiu fechar a prova em terceiro.

Antes do início, no entanto, a MotoGP enfrentou diversos problemas para a realização da corrida. Após o treino classificatório do último sábado já ter sido cancelado por conta das fortes chuvas que atingiram o autódromo de Losail, a disputa deste domingo também teve empecilhos.

Após as corridas das categorias Moto2 e Moto3 terem sido realizadas com normalidade, a chuva voltou a cair na cidade de Losail antes da disputa do MotoGP, o que foi suficiente para molhar a pista. Com isso, a largada atrasou por cerca de uma hora.

Os pilotos chegaram a retornar aos boxes e, de lá, foram para a pista realizar uma volta de reconhecimento. Neste procedimento foi encontrado um problema na curva 14, que estava com uma poça d’água e fez com que a maioria dos pilotos optaram por realizar o trajeto por fora da pista.

Após diversas voltas de checagem dos carros médicos e uma conversa entre os pilotos no grid, foi definido que a corrida seria realizada. No entanto, ficou decidido que haveriam duas voltas de reconhecimento e um total de 20 em toda a corrida, ao contrário das 22 programadas anteriormente.

A corrida teve início com uma grande largada de Andrea Iannone, que saiu da segunda posição para a liderança. No entanto, logo na sequência, Johann Zarco, que havia iniciado na quarta colocação, tomou a ponta do italiano.

No decorrer da corrida, a disputa ficou ainda mais acirrada. Na segunda posição, Iannone tentou se defender de um ataque de Marc Márquez e acabou caindo com sua moto, saindo da pista. O choque fez com que o piloto abandonasse a prova.

A oito voltas do fim, Andrea Dovizioso, que havia largado em quinto, liderava a prova, com Maverick Viñales na segunda posição e muito próximo na briga pela ponta. Com o grande equilíbrio, os dois pilotos trocaram a liderança por diversas vezes.

A disputa entre os pilotos durou até a penúltima volta, quando Viñales tomou a ponta de maneira definitiva. Mesmo com a pequena vantagem, o espanhol da Yamaha conseguiu administrar sua liderança e garantir a vitória na primeira etapa do calendário do MotoGP.

O MotoGP volta para sua segunda etapa apenas no final de semana do dia 9 de abril. A disputa será no Autódromo Termas de Río Hondo, na cidade de Santiago del Estero, no Grande Prêmio da Argentina.

Confira a classificação final do GP do Catar:

1º Maverick Viñales (Yamaha) – 38’59.999

2º Andrea Dovizioso (Ducati) – +0.461

3º Valentino Rossi (Yamaha) – +1.928

4º Marc Márquez (Honda) – +6.745

5º Dani Pedrosa (Honda) – +7.128

6º Aleix Espargaro (Aprilia) – +7.661

7º Scott Redding (Ducati) – +9.782

8º Jack Miller (Honda) – +14.486

9º Alex Rins (Suzuki) – +14.788

10º Jonas Folger (Yamaha) – +15.069

11º Jorge Lorenzo (Ducati) – +20.516

12º Loris Baz (Ducati) – +21.255

13º Hector Barbera (Ducati) – +28.828

14º Karel Abraham (Ducati) – +29.123

15º Tito Rabat (Honda) – +29.470

16º Pol Espargaro (KTM) – +33.601

17º Bradley Smith (KTM) – +39.704

18º Sam Lowes (Aprilia) – +47.131

Não completaram

Danilo Petrucci (Ducati) – 6 voltas

Andrea Iannone (Suzuki) – 10 voltas

Alvaro Bautista (Ducati) – 13 voltas

Johann Zarco (Yamaha) – 14 voltas

Cal Crutchlow (Honda) – 16 voltas