Jair no comando e protesto: 19 meses depois, Santos volta à Arena

Arthur Faria*
LANCE!
Santos perdeu para o Athletico-PR no último confronto na Arena da Baixada (Foto: Geraldo Bubniak/AGB)
Santos perdeu para o Athletico-PR no último confronto na Arena da Baixada (Foto: Geraldo Bubniak/AGB)


Má fase no Campeonato Brasileiro, Jair Ventura no comando, o Athletico-PR ainda sem o 'h' e protestos no hotel pós-partida: este foi o cenário da última aparição do Santos na Arena da Baixada, em maio do ano passado.

Na ocasião, o Alvinegro foi nulo durante a partida e perdeu por 2 a 0. A derrota deixou o Santos na 18ª colocação do Brasileirão e fez alguns torcedores invadirem o hotel onde a delegação santista estava. O vice-presidente Orlando Rollo, o ex-jogador Renato e Gabigol, hoje no Flamengo, foram apaziguar a situação.

No time escalado por Jair, Vanderlei, Victor Ferraz, Veríssimo, Diego Pituca, Jean Mota e Eduardo Sasha são remanescentes desta temporada. Braz atua pelo Grêmio, Dodô e Gabigol jogam emprestados em Cruzeiro e Flamengo, respectivamente, e Rodrygo foi vendido ao Real Madrid-ESP. Renato se aposentou e virou coordenador técnico de desenvolvimento do clube.

TABELA
>Veja a classificação e o simulaodr do Brasileiro clicando aqui






De lá pra cá, o Santos teve Cuca e agora conta com Jorge Sampaoli no comando técnico. Não ganhou títulos nesta temporada, mas já está classificado para a próxima Libertadores, assim como o Athletico-PR. O clube paranaense, neste período, conquistou a Sul-Americana e a Copa do Brasil.

Dezenove meses depois, o Santos volta a enfrentar o Athletico-PR, nesta quarta-feira, às 19h, na Arena da Baixada, pela penúltima rodada da competição nacional.

- É um clube muito grande, está cada vez mais se estruturando lá dentro, internamente é tudo certinho. Tenho alguns amigos que falam muito bem do Athletico, falam que é um clube rigoroso assim como na Europa. Todo mundo sabe como é difícil enfrentar fora de casa, imagina dentro da Arena. A gente enfrentou eles aqui, vieram com um time misto e a gente empatou. Vai ser um jogo difícil, não sei se jogarão com o time completo. Até pelo fato de eles estarem sem responsabilidade, vai dar muito trabalho - declarou o zagueiro Luan Peres, em entrevista exclusiva ao LANCE!

Para garantir a segunda colocação do Brasileiro, o Santos precisa vencer o Furacão e torcer para o rival Palmeiras tropeçar contra o Goiás, em Campinas.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também