Proprietário do Chelsea enfatiza importância do futebol feminino: 'O investimento compensa'

Lucas Humberto
·1 minuto de leitura

Ultrapassando barreiras nos últimos anos, o futebol feminino está sendo visto com cada vez mais importância dentro de clubes tradicionais. Atual campeão da Superliga Feminina Inglesa (WSL), a equipe feminina do Chelsea é tida como "parte fundamental" da instituição.

Roman Abramovich, proprietário dos Blues, acredita que mais clubes deveriam investir na modalidade, tanto no sentido esportivo quanto empresarial: "O Chelsea é uma comunidade. É a equipe feminina, as equipes juvenis, a academia, o apoio aos ex-jogadores do clube", ressaltou em entrevista à Forbes.

Emma Hayes, treinadora da equipe, segue fazendo história no comando do Chelsea. | Naomi Baker/Getty Images
Emma Hayes, treinadora da equipe, segue fazendo história no comando do Chelsea. | Naomi Baker/Getty Images

O cartola também comentou sobre a diferença de investimentos: "Não vejo razão para que os clubes não queiram apoiar o futebol feminino e oferecer a melhor condição possível para que tenham sucesso. Para mim, o futebol feminino tem um potencial enorme. Se elas recebessem incentivo no mesmo nível que o futebol masculino, o esporte obviamente teria o mesmo sucesso no lado empresarial. Acho que o investimento compensa".

Abramovich, por fim, classificou o trabalho da treinadora Emma Hayes como 'notável'. Vale lembrar que a técnica já conquistou a WSL três vezes e está na liderança da temporada atual, depois de uma série recorde de 32 jogos sem perder.

Aliás, recentemente Hayes ganhou seu nono troféu na carreira.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Para ler mais notícias sobre futebol feminino, clique aqui.