Promotoria da Espanha retira acusações contra Neymar por transferência para o Barcelona

Neymar deve se atrasar para a primeira atividade da Seleção na cidade de Turim (Foto: JOSEP LAGO / AFP)


A Promotoria da Espanha retirou nesta sexta-feira todas as acusações de fraude e corrupção contra Neymar e outros réus que, supostamente, teriam ocorrido na transferência do brasileiro do Santos para o Barcelona em 2013.

Os procuradores, no julgamento, haviam pedido dois anos de prisão e o pagamento de uma multa de 10 milhões de euros (R$53,1 milhões, na cotação atual), em ação movida pela empresa DIS, que representava Neymar na época.

+ Icardi demite ex-esposa, que também era sua agente, e gera polêmica

O MP retirou as acusações alegando que as mesmas foram baseadas em presunções e não em provas concretas, segundo o jornal espanhol "Marca". Além de Neymar, seus pais, os ex-presidentes do Barcelona Sandro Rossell e Josep Bartomeu também foram processados, assim como o Santos e o próprio Barça.

O julgamento será retomado na próxima segunda-feira, com as apresentações dos relatórios finais e encerramento, em definitivo, da ação movida.