Projeto prevê volta do consumo de álcool no futebol inglês após quase 40 anos

·2 min de leitura
Torcedores ingleses estão proibidos de consumir álcool em jogos de futebol desde 1985. Foto: Ryan Pierse/Getty Images
Torcedores ingleses estão proibidos de consumir álcool em jogos de futebol desde 1985. Foto: Ryan Pierse/Getty Images

Os torcedores de futebol da Inglaterra devem ser autorizados a beber álcool enquanto assistem a partidas pela primeira vez em 37 anos, de acordo com os planos do governo a serem publicados no próximo verão.

Os ministros concordaram em rever a atual proibição do consumo de álcool durante os jogos, que está em vigor nas cinco principais divisões do futebol inglês, desde 1985.

Leia também:

A ideia é sancionar um esquema piloto para testar a segurança do consumo de álcool em vista do campo, o que pode abrir caminho para beber nos assentos durante os jogos pela primeira vez em quase quatro décadas.

A mudança para revisar a proibição atual foi recomendada em uma revisão do futebol liderada pelo ex-ministro do Esporte Tracey Crouch, que publicou seu relatório em novembro.

O governo endossou nesta segunda-feira (25) as 10 recomendações estratégicas da revisão, que inclui propostas para experimentar o consumo de álcool durante os jogos, e os detalhes serão apresentados em breve.

Enquanto isso, a EFL aponta que seus clubes estão perdendo uma fonte vital de receita como resultado da proibição em andamento. A EFL calculou que os clubes se beneficiariam de um aumento médio na renda de duas libras por torcedor para cada jogo em casa, se fosse permitido beber nos assentos.

Embora se espere que os esquemas-piloto se concentrem nas ligas inferiores, eles podem abrir caminho para os torcedores beberem em seus assentos durante os jogos da primeira divisão

No total, os clubes da EFL podem se beneficiar de um lucro inesperado de cerca de 35 milhões de libras no Campeonato, Liga Um e Liga Dois, a cada temporada. Se o impacto fosse semelhante na primeira divisão, espera-se que a mudança valha cerca de 30 milhões de libras por ano na Premier League.

No entanto, espera-se que haja resistência da Unidade de Policiamento de Futebol do Reino Unido. O principal policial de futebol do Reino Unido, o chefe de polícia Mark Roberts, da polícia de Cheshire, disse recentemente ao periódico Sportsmail que era “loucura” suspender a proibição de álcool nos estádios durante as partidas.

"É desfazer algo que é projetado para tornar as coisas mais seguras para os fãs. Muitos diriam que não querem de qualquer maneira e não receberiam fãs na frente deles se levantando durante os jogos para comprar álcool. A ideia está sendo proposta em um momento em que estamos vendo muitos casos preocupantes de violência no futebol em todos os níveis, então o momento é bizarro" afirmou a autoridade policial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos