Projeto S/A do Botafogo é citado na Soccerex e atrai interesse de investidores de dois clubes europeus

Sergio Santana
LANCE!
O advogado Pedro Trengrouse [em destaque] comentou sobre o Botafogo (Foto: Divulgação)
O advogado Pedro Trengrouse [em destaque] comentou sobre o Botafogo (Foto: Divulgação)


O projeto da profissionalização do futebol do Botafogo, encomendado pelos irmãos Moreira Salles junto a Ernst & Young, alcançou proporções continentais. Na última sexta-feira, a tentativa da criação da S/A por parte do Glorioso foi citada na Soccerex, a principal feira de negócios esportivos do mundo, realizada em Oeiras, Portugal.

O responsável por isto foi Pedro Trengrouse, criador da Trengrouse Advogados e uma das pessoas que vem acompanhando o projeto de profissionalização junto aos irmãos Moreira Salles desde o período inicial. Em seu discurso, ele destacou que o Botafogo, um clube de história no cenário do futebol nacional, é o primeiro a aceitar que o futebol, com a entrada de possíveis investidores, seja separado da parte social.

- Existe um clube no Brasil que seria interessante mencionarmos: Botafogo. Provavelmente é o clube, junto com o Santos de Pelé, que mais cedeu jogadores para a Seleção Brasileira na história. Clube de Garrincha e Nilton Santos. É o primeiro grande clube brasileiro que acabou de decidir que quer um investidor. Querem separar o futebol do clube social. Criar uma empresa, na qual o clube não estaria envolvido na gestão. Vamos dizer, por exemplo, que você (se referindo a um dos convidados no palco) ou o Manchester United queira gerir esse clube do Brasil. Ele teria 100% do controle administrativo do clube, diferentemente dos demais. Geralmente, os clubes brasileiros querem investimentos para eles mesmos gerirem. Quem vai querer investir em um clube que não é bem gerido? Isso é difícil de encontrar - analisou.

Pedro foi convidado a participar de um painel sobre investimentos privados no futebol. Ao lado dele e na plateia, estavam nomes de peso, como Deco, ex-jogador e dono da empresa D20 Sports, Javier Tebas, presidente da LaLiga, Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, e Giorgio Marchetti, secretário-geral da Uefa.





Após o discurso, dois investidores de clubes europeus falaram diretamente com Pedro Trengrouse e se mostraram surpresos que um clube brasileiro estaria disposto a profissionalizar 100% da gestão do futebol. Estes foram Andrew Nestor, CEO do Bologna-ITA e criador do Tampa Bay Rowdies-EUA, e Pablo Ortiz Donaire, CEO do Deportivo Alavés-ESP e do Baskonia, time de basquete espanhol.

O Botafogo, inclusive, foi um dos clubes destacados no portal da Soccerex. Ao acessar o site da feira de negócios, o símbolo da estrela solitária era um dos apareciam mais rapidamente - ao lado de, por exemplo, Borussia Dortmund, Borussia Monchengladbach, Boca Juniors, CBF e Bundesliga. A estratégia de ver o escudo do clube em posição tão alta ocorreu graças ao trabalho do departamento de marketing do Alvinegro.

A Soccerex é a principal feira de negócios do futebol do mundo. Reúne as principais entidades, como FIFA e UEFA, clubes, agentes, jogadores, Deco, por exemplo. Todos ficaram positivamente surpresos com a maturidade da atual diretoria do Botafogo para buscar investidores com a profissionalização 100% da gestão. Foi o único clube brasileiro citado no painel de investimentos da Soccerex Europa - afirmou Pedro Trengrouse, com exclusividade ao LANCE!.

A participação na Soccerex é mais um projeto do Botafogo em internacionalizar a marca do clube com o objetivo de atrair investidores do exterior. Antes, o departamento de marketing já havia fechado parcerias para participar de torneios de categorias de base na China e nos Estados Unidos. O processo de profissionalização, portanto, continua avançando em passos largos.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também