Proibida de vender cerveja no Qatar, Budweiser anuncia que campeão ficará com estoque

Estoque de cerveja Budweiser ficará com campeão da Copa do Mundo do Qatar (Foto: Divulgação / Budweiser)


Na última sexta-feira, as autoridades do Qatar proibiram o consumo de cerveja nos arredores dos estádios da Copa do Mundo. Com isso, a Budweiser, grande patrocinadora da competição, anunciou em seu Twitter que o país campeão levará pra casa todo o estoque que estava reservado para vendas no país.

Cerveja com álcool no Qatar só poderá ser consumida no Fan Fest e apenas em um período de quatro horas, entre 19h e 1h do horário local. Quem estiver nos camarotes dos estádios também terão essa 'vantagem', porém, serão vendidos apenas quatro copos por pessoa, para evitar o excesso de consumo. O valor do copo de meio litro segue em torno de R$ 75.

+ Lembra dela? Veja por onde anda Larissa Riquelme, musa da Copa do Mundo 2010

Confira abaixo o post da Budweiser:

- Novo dia, novo Tweet. O país vencedor fica com as Buds. Quem vai levar?


Por outro lado, a cerveja sem álcool será a opção mais acessível e não terá restrições para venda ou consumo. Além disso, o preço é consideravelmente mais barato e sairá pelo valor de R$ 44.

+ Casagrande reprova discurso de presidente da Fifa: 'É melhor não falar nada'

Diferente de todos os outros países que receberam a Copa do Mundo ao longo dos anos, o Qatar possui severas restrições ao álcool por questões culturais. Apenas alguns restaurantes, localizados quase todos em hotéis internacionais, podem comercializar a bebida, ainda assim com limitações.