Programação do Corinthians tem treino em dois períodos nesta terça (30) e não prevê folga até domingo

Fábio Lázaro
·3 minuto de leitura


Após folgar neste fim de semana, o elenco do Corinthians terá dias de trabalho intenso pela frente. Com todos os jogadores que estão a disposição em campo, fazendo trabalho técnico é tático, exceto os que estão entregue ao Departamento Médico, os atletas se reapresentaram nesta segunda-feira (29). Já nesta terça-feira (30), está previsto treino em dois períodos: manhã e tarde.

Os demais dias têm programado apenas uma atividade, mas, pelo menos até domingo (4), nova folga é algo que não é cogitado.

Depois de se classificar para a terceira fase da Copa do Brasil, batendo o Retrô (PE), nos pênaltis, com empate em 1 a 1 no tempo normal, na última sexta-feira (26), no estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema (RJ), o Timão ainda não possui noção de quando entrar em campo novamente. Portanto, a princípio, os próximos dias serão para um "intensivão" entre os atletas e o técnico Vagner Mancini.

Mesmo invicto há nove partidas, o treinador do Corinthians mostrou insatisfação com o desempenho da equipe, em entrevista coletiva virtual concedida após o último compromisso. Além disso, ele garantiu que oportunizará mais os garotos durante o Campeonato Paulista.

Para esta temporada, oito atletas foram promovidos ao time principal, sendo que cinco entraram em campo e apenas dois foram titulares. Mas entre todos, o único que realmente tem conquistado o seu espaço é Rodrigo Varanda, titular nas sete partidas do Timão até aqui na temporada.

Além de Rodrigo, o também atacante Antony teve a sua oportunidade de começar jogando uma vez, enquanto os meias Adson e Vitinho, além do centroavante Cauê, entraram no decorrer de alguns confrontos. Os goleiros Alan e Yago e o lateral-esquerdo Guilherme Biro ainda não entraram em campo pela equipe profissional.

>> Confira a tabela do Campeonato Paulista e simule os próximos jogos

Paralisação e indefinição

Desde o dia 15 de março, o governo de São Paulo proibiu a realização de eventos esportivos no Estado. A medida fez parte da chamada fase emergencial de contenção ao avanço da Covid-19. A princípio, a ação duraria até o dia 30 de março, mas foi extensa ao dia 11 de abril.

Pela quinta rodada do Campeonato Paulista, na última terça-feira (23), o Timão foi visitante no duelo contra o Mirassol, que foi realizado na cidade fluminense de Volta Redonda, na primeira vez que houve jogos do Paulistão fora de São Paulo.

Estando no Rio de Janeiro, o Corinthians também jogou o seu compromisso pela segunda fase da Copa do Brasil no Estado, no Município de Saquarema, onde avançou à terceira fase do torneio diante do Retrô (PE).

Agora, como a próxima etapa da competição nacional agregará as equipes que ainda não entraram na Copa, como os times brasileiros que disputam a Libertadores, os atuais campeões da Copa do Nordeste, Copa Verde e Série B, além do nono colocado da última edição do Brasileirão, caberá aos corintianos aguardarem o prosseguimento do torneio mata-mata.

Enquanto isso, no Paulistão fica a incerteza se não haverá jogos até o fim da fase emergencial ou a Federação Paulista de Futebol levará as partidas para outros Estados. Ainda que tenha conseguido mover alguns confrontos para cidades do Rio de Janeiro, atualmente, por conta da crescente dos casos em todo o país, há uma resistência para que determinados recebam partidas de agremiações de outras Unidades Federativas.

Ainda assim, caso a FPF consiga alternativas, podendo até ser a liberação do Ministério Público para que os jogos aconteçam em São Paulo, por intermédio do novo e mais rigoroso protocolo apresentado nesta segunda-feira (29), o Corinthians é um dos seis times que será priorizado pela entidade máxima do futebol paulista, por estar disputando mais de uma competição em sequência.