Procurador-geral da Venezuela pede prisão de jornalista por publicação sobre esposa de Messi

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Procurador-geral da Venezuela, Tarek Saab, afirmou em suas redes sociais que pediu a prisão e indiciamento do jornalista esportivo Fernando Pretocelli, por repostar e comentar uma música que falava em manter atos sexuais com a modelo Antonella Roccuzzo, esposa de Lionel Messi. A seleção da Argentina e da Venezuela se enfrentam nesta quinta-feira em Caracas.

> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2021 e simule as rodadas!

Saab pediu a prisão de Pretocelli por "violência simbólica e promoção do ódio". Em suas redes sociais, o jornalista compartilhou uma música escrita por um torcedor que dizia que Messi era o melhor do mundo mas que eles iriam chupar a Antonella. Pretocelli ainda comentou dizendo que estava muito boa e que mudaria para "desfrutar" a modelo. Em seguida, o jornalista apagou e pediu desculpas.

- Lamento profundamente que o meu comentário de ontem tenha ofendido as senhoras, a quem sempre respeitei em todos os momentos. Eu ofereço minhas sinceras desculpas. Eu estava me referindo às músicas que existem na Argentina. Eu estava errado. Não era minha intenção ofendê-los - escreveu Pretocelli.

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

Veja abaixo as publicações originais do Procurador e do jornalista.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos