Problemas nas arquibancadas paralisam jogo do Corinthians na Copinha por 10 minutos

·1 min de leitura


Logo no terceiro minuto inicial do duelo entre Corinthians e Resende-RJ, pela primeira rodada do grupo 15 da Copa São Paulo de Futebol Júnior, a partida precisou ser paralisada e houve um princípio de confusão no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos.

O motivo do problema foi que antes do jogo entre paulistas e cariocas, que iniciou às 21h45, houve outra partida da chave, entre o mandante, São José e o River, do Piauí, que terminou empatada em 1 a 1. Muitos torcedores do Águia, no entanto, decidiram permanecer no estádio para acompanhar a partida do Timão, ocupando espaços destinados à torcida corintiana.

Revoltados, parte da Fiel rompeu um dos portões de entrada no estádio e entraram sem autorização, provocando um conflito com a Polícia Militar, que buscou controlar com bombas de efeito moral e sprays de gás lacrimogêneo.

Por conta da forte chuva que caía no local do jogo, alguns jogadores deixaram o gramado com irritações nos olhos.

Foram 10 minutos de paralisação da partida, que voltou normalmente logo em seguida, com os torcedores do Corinthians alocados nos locais que estavam destinados. No entanto, a grande maioria não estava utilizando máscaras de proteção facial, de uso obrigatório no interior do estádio, de acordo com os protocolos.

Além disso, algumas pessoas foram impedidas de entrar no Martins Pereira por não apresentarem os comprovantes de vacinação.

Horas antes da partida entre Corinthians e Resende começar, já havia uma concentração grande de torcedores corintianos do lado de fora do estádio em São José dos Campos, tanto que a organização do jogo optou por reduzir de 10 para quarto os portões de acesso.

Por fim, ainda com o conflito, não foram registrados feridos, apenas danos patrimoniais no estádio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos