Problema? Cruzeiro tem folha salarial maior que 15 clubes da Série B somados

Goal.com

O jornalista Mauro Cezar Pereira, do Uol, apurou os valores das folhas de pagamento em CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) dos times da Série B do Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro, recém chegado à segunda divisão, está na liderança disparada como o time que mais paga aos seus jogadores. 

Rebaixado em 2019, o clube mineiro gasta com salários R$ 5 milhões mensais, o que é maior do que a folha de outros 15 clubes da Série B somados - ou os seis que ocupa da segunda à sétima colocação do ranking, que somam R$ 4,82 milhões no custo mensal de seus jogadores.

Gastando mensalmente 83 vezes o que o Sampaio Corrêa gasta, o Cruzeiro apareceria, ainda, em sétimo lugar do ranking da Série A - atrás apenas dos gigantes Corinthians, Flamengo, Palmeiras, Internacional, São Paulo e do rival, Atlético-MG.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Depois do rebaixamento diversos jogadores deixaram o time, alguns por iniciativa própria e outros por iniciativa do Cruzeiro para, justamente diminuir a enorme folha que não combinava com a realidade do clube - que passa por uma grave crise política e financeira. Ainda assim, mesmo com a redução de R$ 2,6 milhões, a Raposa continua com os pagamentos aos jogadores bastante elevados. 

Segundo o levantamento do BR Contracts, até cerca de 40% dos valores recebidos pelos jogadores cruzeirenses mensalmente equivalem aos direitos de imagem.

Confira as folhas de pagamento mensais em CLT dos times da Série B de 2020:

  1. Cruzeiro - R$ 5 milhões*

  2. Chapecoense - R$ 1 milhão 

  3. Vitória - R$ 1 milhão 

  4. Avaí - R$ 920 mil 

  5. Ponte Preta - R$ 800 mil 

  6. Botafogo-SP - R$ 600 mil 

  7. América-MG - R$ 500 mil 

  8. CSA - R$ 500 mil 

  9. Figueirense - R$ 400 mil* 

  10. Oeste - R$ 400 mil 

  11. Paraná - R$ 400 mil 

  12. Náutico - R$ 350 mil 

  13. Br.Pelotas - R$ 300 mil* 

  14. CRB - R$ 300mil 

  15. Guarani - R$ 300mil 

  16. Juventude - R$ 200mil* 

  17. Cuiabá - R$ 200mil 

  18. Operário-PR - R$ 200mil 

  19. Confiança - R$ 100mil 

  20. Sampaio Corrêa - R$ 60mil 

*sem o salário treinador registrado

Leia também