Príncipe de Gales, William decepciona país e torce para Inglaterra

William recebeu o título de Príncipe de Gales com a morte de sua avó, a Rainha Elizabeth II.
William recebeu o título de Príncipe de Gales com a morte de sua avó, a Rainha Elizabeth II. Foto: (Max Mumby/Indigo/Getty Images)

O príncipe William gerou revolta em parte dos galeses ao declarar a sua torcida para a Inglaterra na Copa do Mundo do Catar. A seleção inglesa venceu o país onde ele detém o título de nobreza por 3 a 0 nesta terça-feira (29) e eliminou o 'vizinho' da competição.

"Torço pela Inglaterra desde que era muito novo, mas torço para Gales no rugby. Digo a todos que torço para as duas (equipes). Devo prestar atenção às minhas afinidades porque temo que se deixo de apoiar subitamente a Inglaterra para apoiar Gales, também não será correto para o esporte. Portanto, não posso fazer isso", disse William durante visita a Gales no início do mês de novembro.

Leia também:

Michael Sheen, ator nascido em Gales, criticou a posição de William em uma série de tweets.

"Claro que (William) pode torcer para quem quiser e como presidente da Federação Inglesa de Futebol (FA) é compreensível que conheça os jogadores, mas certamente deve perceber que usar simultaneamente o título de Príncipe de Gales é totalmente inapropriado", escreveu.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Após 64 anos, o País de Gales voltou a disputar uma edição de Copa do Mundo. No ano de 1958, quando a Seleção Brasileira venceu o primeiro mundial, o elenco galês chegou até as quartas de final da competição. Gales terminou a participação na Copa do Catar na quarta colocação do Grupo B, com apenas um ponto.