Primeiro treino livre é marcado por forte neblina e Massa na segunda colocação

O que menos se viu nas pistas de Xangai no primeiro treino livre do GP da China foi velocidade. O segundo Grand Prix da temporada 2017 da Fórmula 1 foi interrompido em diversas ocasiões por conta da forte neblina e do mau tempo no país asiático, atrapalhando os pilotos. O brasileiro Felipe Massa foi um dos poucos que conseguiu ir para a pista, e ficou com o segundo melhor tempo do dia.

O primeiro treino livre da segunda corrida do ano teve um grande atraso em seu início, devido ao clima em Xangai – 13º C às 23h00 (de Brasília). A primeira bandeira vermelha do treino aconteceu pois o helicóptero médico não poderia voar caso necessário. O problema persistiu, interrompendo o treino em mais duas oportunidades.

Com a forte neblina e as bandeiras vermelhas, poucos pilotos conseguiram marcar tempo na madrugada desta sexta-feira. O único piloto a correr abaixo de 1min51s foi o jovem holandês Max Verstappen. O piloto da Red Bull precisou de quatro voltas no circuito para marcar 1min50s491, o melhor tempo do primeiro treino livre.

O brasileiro Felipe Massa foi um dos que mais completou voltas em Xangai. Com o tempo de 1min52s086, o piloto da Williams foi o segundo mais veloz do confuso treino. A terceira colocação ficou com Lance Stroll, jovem companheiro de Massa, que também completou sete voltas, com 1min52s507 como o seu melhor tempo.

Protagonistas na Austrália, no primeiro GP da temporada, Sebastian Vettel, da Ferrari, e Lewis Hamilton, da Mercedes, realizaram apenas duas voltas cada no circuito asiático, e não chegaram a marcar volta mais rápida.

O segundo treino livre do GP de Xangai, na China, acontece às 03h00 (de Brasília), na madrugada desta sexta-feira.