Preterido no Atlético de Madrid, João Félix pode dar volta por cima por Portugal na Copa


Após faturar o prêmio Golden Boy em 2019, João Félix foi contratado a peso de ouro pelo Atlético de Madrid, mas o jovem de 23 anos ainda não conseguiu replicar o sucesso que teve no Benfica. Em sua primeira Copa do Mundo, o atacante tem a chance de se reinventar e voltar a antiga forma jogando por Portugal.

+ Copa do Mundo: estudo aponta as chances de cada seleção ganhar o título

O principal motivo pela dificuldade de João no clube colchonero é o choque com o estilo de jogo imposto por Simeone. No Atlético, os atacantes tem mais obrigações defensivas, e João não tem o perfil desejado pelo técnico para a posição.

Dos 21 jogos disputados pelo Atlético de Madrid na atual temporada, ele foi titular em oito partidas, estando em campo apenas 38% do tempo e somando três gols e três assistências. Os gols vieram nos últimos três jogos antes da convocação ao Mundial.

+ Veja tabela e simule a fase de grupos da Copa do Mundo

- Nos últimos jogos do Atlético joguei mais e individualmente as coisas estão correndo bem. Trabalhei para chegar neste momento na melhor fase possível, para chegar bem à Copa e dar alegria aos portugueses - disse o atacante após o amistoso contra a Nigéria.

Álvaro Morata e João Félix - Atlético de Madrid
Álvaro Morata e João Félix - Atlético de Madrid

Félix disputa minutos com Morata no Atlético (Foto: Divulgação / Atlético de Madrid)

Na seleção, João vinha sendo reserva com Fernando Santos, mas a lesão de Diogo Jota pode abrir espaço para o atleta de 23 anos, e sua versatilidade no ataque é o que condiciona a mais minutos na Copa do Mundo. Ele tem a capacidade de atuar tanto pelos lados do campo como centralizado, jogando sozinho ou formando uma dupla no ataque.

No amistoso contra a Nigéria, João Félix iniciou como titular e atuou os 90 minutos, sendo o jogador mais criativo de Portugal no jogo. Com passes primorosos, ele participou ativamente do gol de Bruno Fernandes, Gonçalo Ramos e João Mário. Após o jogo, ele explicou as diferenças nas movimentações ofensivas do Atlético de Madrid para a seleção.

-Tenho mais liberdade de movimentos na seleção porque somos mais móveis. Me senti bem e a equipe fez grande jogo - disse em entrevista após a partida.

O garoto de 23 anos recebeu elogios de Fernando Santos depois da goleada. O técnico de Portugal afirmou que João Félix foi um dos melhores na partida, e disse que o nível de competitividade na seleção é alto.

Portugal está no Grupo H da Copa do Mundo e estreia no dia 24, às 13h (horário de Brasília), contra Gana.