Prestes a estrear na Liberta, Jean Mota espera marcar e sair com a vitória

Depois de 10 meses vestindo a camisa santista, Jean Mota está prestes a dar um grande passo na carreira. Provável titular do time que encara o Independiente Santa Fé-COL, na próxima quarta-feira, em Bogotá, o polivalente jogador entrará em campo por sua primeira partida na Copa Libertadores da carreira.

Com a escalação praticamente garantida para o confronto diante dos colombianos, Jean espera muito mais do que só sair jogando. Ele revelou que está ansioso para o duelo e disse que espera balançar as redes e ajudar o Peixe a vencer.

Leia mais: Neymar revela mágoa e explica por que não parabenizou o Santos

“Ainda bate aquela ansiedade, algo normal, já que será meu primeiro jogo internacional. É minha primeira Libertadores, tinha muita vontade de jogar. Graças a Deus terei essa oportunidade na quarta-feira. Se eu fizer um gol nessa estreia, será algo que lembrarei para sempre, mas o importante é o time sair com a vitória, independentemente se eu marcar ou não. Estamos focados nos três pontos. Se Deus me abençoar com um gol, será melhor ainda”, disse o jogador..

Autor de dois gols e cinco assistências com o Alvinegro praiano, o atleta de 23 anos soma 30 partidas com o clube. Os tentos anotados por ele vieram em jogos decisivos, ambos pelo Campeonato Brasileiro; um, garantindo a vitória do Santos por 3 a 2 diante do Vitória-BA e o outro no triunfo santista contra o Santa Cruz-PE, pelo mesmo placar contra os baianos.

Aproveitando o tempo livre por conta da eliminação no Campeonato Paulista, na última segunda-feira, diante da Ponte Preta, o Santos intensificou a rotina de treinos neste final de semana no CT Rei Pelé, sabendo da dificuldade do próximo compromisso. Contando com uma partida dura, na casa do Santa Fé, e sabendo do clima intenso da Libertadores, Jean Mota pediu calma aos companheiros e apontou que paciência e a rapidez do ataque santista são a chave para uma boa atuação.

Veja também: Chateado com Peixe, Neymar reitera desejo de jogar no Flamengo

“Precisamos ter calma, paciência e postura para saber suportar a pressão do Santa Fé. Sabemos que eles vêm para cima, mas queremos surpreendê-los com nossos contra-ataques. Temos jogadores de velocidade e precisamos usar nossa força. Tivemos uma boa semana de trabalhos e estamos preparados. Esperamos desenvolver um bom futebol na quarta-feira para buscar esta vitória”, comentou o versátil atleta, que já atuou como meia neste ano e agora na lateral esquerda.

Pela terceira rodada da primeira fase do torneio continental, Santos e Santa Fé se encontram na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no estádio El Campín. O Peixe aparece na liderança do Grupo 2, somando quatro pontos, um à frente do time de Bogotá.