Prestes a disputar sua primeira prova ciclística, Gláucia mira triatlo

O crescimento do mercado ciclístico no Brasil é evidente mesmo em meio à crise financeira e política que o país atravessa atualmente. Gláucia de Paula, consultora de moda, é um exemplo disso. Praticante há três meses, ela disputará sua primeira prova em cima de uma bike, as 3 horas de Interlagos, no próximo dia 4 de junho, no entanto, apesar da pouca experiência, não descartou se inscrever na Prova Ciclística 9 de Julho, uma das mais tradicionais provas ciclísticas brasileiras.

Gláucia entrou para o mundo do ciclismo com a intenção de se tornar triatleta. Iniciando sua empreitada com o suporte de uma assessoria especializada, a consultora de moda realiza treinamentos na Cidade Universitária da USP e decidiu se testar na Bike Series planejando voos altos.

“Existe uma planilha que a gente segue de acordo com cada prova. Tem uns [alunos] que vão fazer ironman, somos triatletas, então cada um tem um objetivo. De acordo com o objetivo é traçado o treino. Aqui [Interlagos] é um percurso que tem subida, descida, partes planas. Não é fácil. Hoje testei a pista e agora é hora de montar uma estratégia. Tenho dois meses para treinar”, disse Gláucia durante o teste para a Bike Series no autódromo de São Paulo.

“Estou treinando, prestes a fazer a minha primeira prova, na data da 9 de Julho já vou estar com cinco meses de experiência. Talvez dê para participar de uma prova maior”, completou.

Hoje na modalidade speed, Gláucia revelou que iniciou sua trajetória no ciclismo na mountain bike, entretanto, não se identificou com o lado mais radical do esporte. Vivendo a expectativa de sua primeira prova, ela admite que gosta mesmo é de velocidade.

“Eu entrei na assessoria para fazer triatlo, já gostava de pedalar. Comecei com mountain bike, mas mountain bike não é minha praia, gosto de velocidade, por isso estou aqui. Migrei para o speed para poder daqui a pouco pegar uma bike de triatlo e competir. Já estou treinando, faço natação, mas a bike ainda não é específica para o triatlo, é específica para ciclismo”, explicou.