Pressionado, Vasco recebe o Santos e busca voltar a vencer no último jogo em São Januário em 2020

LANCE!
·2 minuto de leitura


Sem vencer em São Januário desde setembro pelo Brasileirão, o Vasco volta a campo na Colina histórica, neste domingo, diante do Santos, às 16h (de Brasília). Com 25 pontos e na zona de rebaixamento, a equipe do pressionado Ricardo Sá Pinto necessita reencontrar o caminho das vitórias para encostar em Bahia e Athletico-PR, os dois primeiros times fora do Z4 com 28, e no Sport, que alcançou 29.

+Confira e simule a classificação do Campeonato Brasileiro


Para o duelo deste domingo, o português não terá à disposição o atacante Talles Magno, o lateral-esquerdo Neto Borges e o volante argentino Léo Gil, ambos suspensos por causa do terceiro amarelo. Por outro lado, ele contará com os retornos do volante Andrey e do lateral-esquerdo Henrique, que serão titulares diante do time paulista.

Dessa forma, o treinador deve utilizar novamente o esquema 4-2-3-1, a mesma formação que foi a campo no empate com o Fluminense, no último domingo. Em compensação, o meio-campista Martín Benítez sentiu um desconforto na panturrilha esquerda, e também pode desfalcar o time. Os meias Carlinhos e Juninho despontam como possíveis substitutos do argentino.

Com a atual campanha, o técnico Ricardo Sá Pinto segue pressionado pela torcida. Desde que assumiu o comando do time, o Cruz-Maltino venceu apenas duas partidas (Sport e Caracas), despencou na tabela e não consegue sair do Z4. O duelo com o Santos é uma grande chance para o Vasco voltar a vencer, já que o Peixe levará a campo um time misto devido ao desgaste da temporada e de olho nas semifinais da Libertadores contra Racing ou Boca Juniors.

Sendo assim, o Vasco deposita esperança em seu artilheiro Germán Cano, que já marcou 21 gols no ano, 11 só no Campeonato Brasileiro. Em entrevista ao site do clube, o argentino disse que acredita na recuperação da equipe na tabela e pede a união do grupo neste momento. Vale lembrar que o time terá apenas mais um jogo para finalizar 2020, dia 27, contra o Athletico-PR, em Curitiba.

– Creio que vamos sair dessa situação. Sou uma pessoa muito positiva, que está sempre olhando para frente, que pretende sempre fazer aquilo que é proposto. Então creio que será por esse caminho que todo nós devemos tomar. Me sinto muito bem aqui no clube, tenho marcado alguns gols que são muito importantes para poder ajudar ao Vasco. Temos todos que seguir uma linha, cada um com seu estilo de jogo, dando o melhor para a equipe, até porque nós precisamos de todos os jogadores para conseguirmos sair desse problema. Temos que estar mais unidos do que nunca, mesmo quem não esteja em campo, sabemos que ainda falta muito, mas temos que sair dessa situação o mais rápido possível – disse o artilheiro ao site oficial do clube.