Pressionado, São Paulo luta para evitar queda na Libertadores diante do Racing

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O São Paulo poderá escrever nesta terça-feira (20) um capítulo decisivo para a sua recuperação na temporada. Na Argentina, a equipe tricolor lutará para evitar a queda nas oitavas de final da Libertadores, diante do Racing (ARG), após empatar no jogo de ida.

Em casa, na última terça (13), o time paulista saiu na frente com gol de Vitor Bueno, mas cedeu o empate, o que dá aos argentinos a vantagem de jogar por uma igualdade sem gols para avançar à próxima fase.

Assim, os são-paulinos precisam de uma vitória simples ou de um empate, desde que os dois times façam mais de um gol. A última vez que o clube venceu um jogo na Argentina foi em 2005.

O confronto no estádio Presidente Perón, em Avellaneda, será às 21h30, e terá transmissão do SBT e da Fox Sports. Às vésperas de embarcar para a Argentina, o São Paulo viu a pressão aumentar devido à péssima campanha no Campeonato Brasileiro. No sábado (17), perdeu do Fortaleza, por 1 a 0, no Morumbi, e segue próximo à zona de rebaixamento, na 15ª posição.

Pelas redes sociais, a Independente, principal torcida organizada do clube, cobrou a diretoria, sobretudo o presidente Julio Casares, além de nomes importantes do elenco, como Tiago Volpi e Daniel Alves --o dono da camisa 10, aliás, não atuará no duelo diante do Racing pois está com a seleção olímpica em Tóquio.

Em resposta, o mandatário disse que continuará dando respaldo ao trabalho do técnico Hernán Crespo. Já o treinador pediu tempo para recolocar o time nos trilhos. "Precisamos de tempo porque não temos dinheiro. Se tivéssemos dinheiro, os tempos seriam mais curtos. Vamos lutar? Sim. Queremos ganhar? Sim. E ser competitivos? Sim, mas é difícil", afirmou o argentino.

Crespo tem enfrentado seu pior momento desde que chegou ao clube, mas está respaldado pela conquista do Campeonato Paulista, que tirou o São Paulo de um jejum de nove anos sem títulos. Desde o fim do Estadual, no entanto, a equipe conseguiu somente quatro vitórias em 16 jogos, além de seis empates e seis derrotas, aproveitamento de 37%.

Nesse período, o time sofreu com o desgaste dos atletas, além das sucessivas lesões que desfalcaram o elenco. Nesta terça, Crespo terá as voltas do zagueiro Miranda e do meia Emiliano Rigoni, recuperados de lesões, mas não poderá contar com os atacantes Luciano e Éder, ambos no departamento médico.

Assim, a equipe tricolor deverá ter a seguinte escalação na busca pela vaga às quartas: Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Léo; Igor Vinícius, Luan, Rodrigo Nestor, Igor Gomes e Wellington; Rigoni e Pablo. Bruno Alves e Gabriel Sara aparecem como reservas imediatos na zaga e no ataque, respectivamente.

Estádio: El Cilindro, em Avellaneda (ARG)

Horário: 21h30 (de Brasília) desta terça-feira (20)

Árbitro: Gustavo Tejera (URU)

VAR: Eber Aquino (PAR)

Transmissão: SBT e Fox Sports

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos