Pressionado pela torcida, Atlético-MG vence a URT e vai à final do Mineiro

VICTOR MARTINS

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Um empate era o suficiente para o Atlético-MG garantir na vaga na final do Campeonato Mineiro. Mas com apenas um triunfo nas últimas cinco partidas, a torcida queria ver mais. Tanto que o pedido de raça aconteceu antes mesmo de a bola rolar. E o time atendeu. O Atlético não jogou tudo o que é capaz, mas já fez o suficiente para agradar, e sem sustos. Com gols de Rafael Moura, Robinho e Otero a equipe alvinegra venceu a URT por 3 a 0 neste domingo (23) e se garantiu na decisão.

Aos 36 minutos do primeiro tempo o atacante Rafael Moura fez o gol da tranquilidade para o Atlético. Dono da melhor campanha na primeira fase e após o empate em 1 a 1, no jogo de ida da semifinal, no Mineirão, um novo empate era o que precisa o time de Roger Machado para avançar à final.

O gol do centroavante deu tranquilidade ao time, que naquele momento precisaria levar a virada para ficar fora da final.

Autor do gol que evitou qualquer surpresa no Independência, Rafael Moura, porém, está fora do primeiro jogo da decisão. O camisa 13 deu um carrinho no zagueiro Rodolfo, no campo de ataque, e recebeu o cartão amarelo. Com acumulo de três cartões, o atacante está suspenso.

Pela 11ª vez consecutiva a final do Mineiro tem a participação do Atlético. Agora, o clube alvinegro espera pela decisão do adversário. Cruzeiro e América-MG se enfrentam no Mineirão e o time celeste joga pelo empate. Atual campeão regional, o América precisa vencer para tentar defender o título.

NOVIDADES

No dia 12 de dezembro do ano passado o goleiro Victor passou por uma cirurgia no ombro direito. Foram pouco mais de quatro meses entre recuperação e treinos, para que o camisa 1 do Atlético pudesse voltar a jogar, o que aconteceu neste domingo, contra a URT. Bastante ovacionado pela torcida, desde o momento que entrou em campo para aquecer, Victor teve uma partida bastante tranquila. A URT não conseguiu ameaçar a meta atleticana e o goleiro fez apenas uma defesa, sem muita dificuldade. No lance de maior perigo, Cascata cobrou uma falta para fora.

Além do Victor no gol, o Atlético teve outras duas novidades contra a URT. Os meias Maicosuel e Marlone foram titulares, por opção do técnico Roger Machado. Otero, Danilo e Cazares, que vinha se revezando na função, ficaram no banco de reservas. As entradas de Maicosuel e Marlone amenizaram uma das principais queixas sobre o time atleticano: a falta de velocidades. Ambos jogaram pelos lados, Maicosuel pela direita e Marlone pela esquerda, corrigindo um dos defeitos apresentados pelo Atlético nesta temporada.