Pressionado por crises internas, Botafogo recebe o Atlético-MG

Gazeta Press

O Botafogo sofre com sérios problemas financeiros fora dos gramados. (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

No meio da classificação do Campeonato Brasileiro, o Botafogo enfrenta neste domingo o Atlético-MG, no Nilton Santos. Os cariocas vêm de sequência negativa e ainda sob clima pesado pelo atraso no pagamento de salários. Do outro lado, os mineiros também estão em má fase na Série A, mas buscam um bom resultado para voltarem a zona de classificação para a Libertadores.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

No Botafogo, o clima ficou ruim após o jogadores reclamarem publicamente do atraso de salários. Já é a terceira vez que o elenco demonstra insatisfação sobre o assunto na temporada. No entanto, o volante João Paulo rechaçou que o descontentamento vá interferir dentro de campo.

“Ressaltar que acima de tudo está o clube, a instituição. A gente vai continuar defendendo como sempre fez, com todas as nossas forças, independentemente da situação e dificuldades”, disse.

O zagueiro Joel Carli exaltou a torcida alvinegra, que se movimentou para ajudar os funcionários do clube. Por isso, ele espera o apoio no Nilton Santos.

“Nesse momento o torcedor não precisa ser convocado. Eles mesmos começaram uma ação para ajudar e, sem dúvida alguma, eles estarão muito perto da gente, como sempre estão. Mesmo com a dificuldade, vão mostrar torcida”, declarou.

Sobre a escalação, o técnico Eduardo Barroca não poderá contar com o zagueiro Gabriel que pertence ao Galo. Marcelo Benevenuto deverá ser seu substituto. Além dele, Gatito Fernández, convocado para a seleção paraguaia, vai dar lugar a Diego Cavalieri.

No Atlético-MG, a sequência negativa no Campeonato Brasileiro só não incomodou mais a torcida por causa da classificação para as semifinais da Sul-Americana. No entanto, o momento é de buscar o rumo das vitórias para não perder os líderes da Série A de vista. O zagueiro Réver ressaltou a importância de um bom resultado.

Estamos vindo de três jogos sem vitória, sem somar pontos. Isso é algo que incomoda bastante, ainda mais para quem tem pretensões e objetivos dentro da competição. Vamos ter um jogo fora de casa, onde temos que somar pontos. Mesmo jogando fora de casa, vamos procurar nos impor dentro do jogo, assim como temos feito, independente de jogar dentro ou fora de casa!”, comentou.

O defensor admitiu que o Botafogo pode ir a campo com um sentimento de revanche pela eliminação nas oitavas de final da Sul-Americana. Por isso, Réver destacou que os mineiros precisam reencontrar o espírito de mata-mata contra os donos da casa.

“Aquele espírito do mata-mata tem que estar reinando sempre. Acredito que depois dessa eliminação, tem um sentimento diferente, principalmente do lado do Botafogo. Que nós tenhamos a inteligência que tivemos naquelas duas partidas para colocar em prática neste domingo diante da mesma equipe do Botafogo. Uma equipe muito boa e qualificada, mas que pode vir um pouco mordida por conta da eliminação”, falou.

O técnico Rodrigo Santana não deve ter problema para escalar a equipe. O lateral esquerdo Fábio Santos e o atacante Ricardo Oliveira, que chegaram a perder alguns treinos, estão confirmados.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO X ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 8 de setembro de 2019, domingo

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)

VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

BOTAFOGO: Diego Cavalieri, Marcinho, Marcelo Benevenuto, Joel Carli e Gilson; Cícero, João Paulo e Alex Santana; Diego Souza, Luiz Fernando e Lucas Campos

Técnico: Eduardo Barroca

ATLÉTICO-MG: Wilson, Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Jair, Elias, Vinícius, Cazares e Chará; Ricardo Oliveira

Técnico: Rodrigo Santana

Leia também