Pressão por demissão de Rogério Ceni no Flamengo é gigante

Jorge Nicola
·2 minuto de leitura
Rogério Ceni só venceu quatro partidas à frente do Fla (Alexandre Vidal/Flamengo)
Rogério Ceni só venceu quatro partidas à frente do Fla (Alexandre Vidal/Flamengo)

Diretores, conselheiros, torcedores e até influenciadores... a pressão pela demissão de Rogério Ceni do Flamengo atingiu níveis altíssimos e não é possível cravar que ele ficará até a partida contra o Goiás, marcada para daqui a uma semana, pelo Campeonato Brasileiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Depois de nova derrota, agora por 2 a 0 para o Ceará, no Maracanã, existe um movimento interno que exige a dispensa do treinador, com o argumento de que Ceni não será capaz de levar o Flamengo ao título do Brasileirão. Há, inclusive, aqueles que entendem que o time já corre o risco de nem garantir vaga direta na Libertadores com a permanência do técnico.

Leia também:

Hoje, o Flamengo é o quarto colocado, com 49 pontos - o Grêmio, quinto, também tem 49, mas perde no critério de desempate: tem duas vitórias a menos. O problema é que o Palmeiras, na sexta posição, tem 47 pontos e um jogo a menos. Se vencer o Vasco, pula para quarto e empurra o Rubro-Negro para quinto.

Entre aqueles que defendem a demissão de Ceni, existem vários argumentos, como por exemplo seu aproveitamento de pontos, que é de apenas 44%. Somente no Cruzeiro, rebaixado em 2019, o treinador fez um trabalho pior: foram 33% de aproveitamento, contra 60% no Fortaleza e 50% no São Paulo.

Sob o comando de Ceni, o Fla só venceu quatro vezes, sendo três contra times no Z4 (Coritiba, Botafogo e Bahia) e uma diante dos reservas do Santos. No período, a equipe ainda foi eliminada da Libertadores pelo Racing e da Copa do Brasil pelo São Paulo.

Marcos Braz e Bruno Spindel eram aqueles mais favoráveis à permanência de Ceni, pelo menos até a derrota para o Ceará. A dupla do departamento de futebol defendia que os treinos do comandante são bons e ele ainda tinha capacidade de cobrar o elenco. Outro ponto: quem colocar para os dez jogos finais?

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos