Preso por pornografia infantil, Travis Fulton é encontrado morto na cadeia

·1 minuto de leitura

O ex-lutador Travis Fulton foi encontrado morto em uma cela onde estava preso sob suspeita de pornografia infantil e violência doméstica, na cadeia de Linn County (Iowa), nos EUA. Segundo a rede de TV 'KWWL', as autoridades acreditam que ele tenha cometido suicídio, já que o corpo dele foi encontrado enforcado.

O atleta de 44 anos era recordista mundial de lutas disputadas no MMA. Ele entrou no ringue profissionalmente em 320 ocasiões, tendo 255 vitórias, 54 derrotas, 10 empates e uma luta sem resultado, em 25 anos de carreira. Sua última luta aconteceu em 2019, quando venceu por finalização.

Leia também:

O número de lutas de Travis é considerado inimaginável para os modos atuais do MMA profissional. Em sentido de comparação, o brasileiro com maior lutas na história do MMA é Luis Sapo, com 78 disputas na carreira.

Acusação e prisão

Segundo o jornal "The Courier", Fulton compareceu a uma audiência para um caso de violência doméstica. O ex-lutador também foi acusado de seduzir uma menor a participar de conduta sexual com o propósito de fotografá-la em novembro de 2020. Ele também era acusado de possuir um flash drive com imagens pornográficas de uma criança de 12 anos, entre novembro de 2018 e novembro de 2020.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos