Presidente do SIAFMSP fala sobre inverdades citadas em comunicado: 'Houve retorno dos atletas do Santos'

Fábio Lázaro
LANCE!


O presidente dos Sindicatos dos Atletas Profissionais de Futebol do Município de São Paulo (SIAFMSP), Washington Mascarenhas, falou com exclusividade ao LANCE!, após a entidade publicar um comunicado repudiando a redução unilateral de 70% dos salários dos jogadores do Santos – a nota foi compartilhada pela maioria dos atletas do clube.

Segundo Washington, o trecho da publicação do Sindicato onde afirma que o presidente do Peixe, José Carlos Peres, tem apresentado argumentos inverídicos à imprensa, refere-se ao informativo divulgado no site oficial do Alvinegro Praiano na manhã desta quinta-feira, onde aponta que Santos e atletas não haviam chego a um acordo quanto as reduções salariais.

– Foi colocado que o clube não teve retorno dos atletas. Isso não aconteceu. Os atletas retornaram, chegaram a um consenso e não foi cumprido. A decisão (de reduzir 70% dos salários) foi algo totalmente unilateral por parte da diretoria – disse.




O presidente do SIAFMSP comentou que a representação relacionada ao Santos foge da alçada da Instituição, que é Municipal. Contudo, tem assistido os jogadores santistas com orientações, embora considere que a MP 936/20 retire a autonomia até mesmo do Sindicato competente, o Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (SAPESP).

– Passei pra eles algumas questões como foi o acordo no Ceará. A gente conversou bastante e a partir do momento que o clube se posicionou de uma maneira inverídica em relação ao posicionamento dos atletas – afirmou.

– Independentemente do Sindicato Estadual ou Municipal, infelizmente o governo baixou uma MP que tira a autonomia da instituição resolver qualquer questão. Anteriormente os clubes tinham que entrar em um acordo e esse acordo ser homologado no Sindicato, agora os clubes estão fazendo as coisas de maneira unilateral. Isso é errado. Nesse caso, nem o Sindicato que teria alçada pra isso, que é o Estadual, teria força para homologar algo – concluiu.

O SIAFMSP foi criado há dois anos e, desde então, tem a presidência de Washington Mascarenhas, ex-atacante, com passagens por Palmeiras, Portuguesa e Ceará. Além dele, jogadores como Ricardo Berna e César Sampaio está à frente do Sindicato, que tem apoio paralelo de figuras como Alex, ex-meia de Palmeiras, Cruzeiro e Coritiba, William Machado, Paulo André e etc.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também