Presidente do Sevilla garante que Sampaoli só sai com multa paga

Apesar do contrato vigente de Jorge Sampaoli com o Sevilla, o técnico é a prioridade da AFA (Associação Argentina de Futebol) para o restante das Eliminatórias Sul-Americanas. A entidade que comanda o futebol do país quer um treinador de alto nível para levar a seleção à Copa do Mundo da Rússia, mas o clube espanhol já adiantou que o campeão da Copa América com o Chile só sai se a multa rescisória for pagar.

O valor para tirar Sampaoli do Sevilla é o mesmo para seleções e clubes. Desejando entrar no mercado europeu, o técnico argentino chegou à Espanha no início da atual temporada e vem colecionando bons resultados com o time andaluz. Quem quiser interromper a sequência do trabalho dos atuais tricampeões da Liga Europa terá de desembolsar 1,5 milhão de euros, que equivale a R$ 5,1 milhões.

“Ele tem mais um ano de contrato, então se alguém quiser leva-lo, terá que pagar a cláusula. Ou paga, ou não há qualquer tipo de negociação”, disse o presidente do Sevilla José Castro nesta quarta-feira durante o evento de uma torcida organizada do clube.

Perto de garantir a classificação para mais uma Liga dos Campeões, o Sevilla tem mais três rodadas do Campeonato Espanhol pela frente. Eliminado nas oitavas de final da atual edição pelo Leicester, o time andaluz espera seguir com Jorge Sampaoli e chegar na próxima temporada ainda mais forte. Ainda assim, a diretoria já trabalha com a possibilidade de ter que contratar um novo treinador para a equipe.

“Se a AFA ou quem quer que seja vir e pagar a cláusula, o Sevilla não irá ficar parado”, afirmou José Castro.