Presidente do Sergipe se manifesta após confusão com arbitragem na Copa do Brasil

Presidente do Sergipe pediu desculpa após confusão na Copa do Brasil (Foto: Reprodução/Instagram)


Ernan Sena, presidente do Club Sportivo Sergipe, se pronunciou sobre os acontecimentos da partida contra o Botafogo, na última quinta-feira. O confronto da primeira rodada da Copa do Brasil foi marcado por ampla confusão envolvendo o clube sergipano e a arbitragem.

Tudo começou após o Botafogo marcar o gol que o classificou para a próxima fase do torneio nos minutos finais da partida. Com o cenário, o clube adversário se mostrou revoltado com os nove minutos de acréscimos dado pelo árbitro Braulio da Silva Machado é um grande tumulto se gerou em campo.

+ Rizek detona arbitragem de partida entre Botafogo e Sergipe: 'Um vexame absurdo'

O presidente do Sergipe foi um dos principais personagens da confusão ao ser flagrado agredindo o árbitro da partida. Ele ainda chegou a ser alvejado pelo auxiliar que o golpeou no rosto com a bandeirinha. Ernan pediu desculpas publicamente pela atitude descabida no confronto.

Sou presidente de uma grande instituição e tenho que dar exemplo. Não posso ter uma atitude como essa. Mas, foi um momento de desespero, por ver uma grande festa da nossa torcida, por ver nossos jogadores dominando um clube de Série A durante todo o tempo do jogo e acontecer o que aconteceu - disse o presidente em postagem feita nas redes sociais do Sergipe.

+ Ex-Central do Apito defende árbitro de Sergipe x Botafogo: 'Não fez nada de errado'

Posteriormente, Ernan ainda chegou a falar sobre a importância da classificação para o clube. Os classificados para a próxima fase da Copa do Brasil garantem R$ 1,4 milhão em premiação, valor sete vezes maior que o valor da folha salarial do Sergipe, avaliada em aproximadamente 200 mil reais.

É desesperador ver que teria condições de dar melhores condições financeiras para o seu clube, seus atletas e ter uma melhor condição para fazer o planejamento do restante da temporada e tudo isso ser jogado por água abaixo - finalizou.