Presidente do São Paulo confirma o fim da negociação por Gabriel Neves

LANCE!
·1 minuto de leitura


Nesta segunda-feira (22), o presidente do São Paulo, Júlio Casares, participou de uma entrevista no programa Seleção SporTV, na qual confirmou que o clube parou de negociar com o volante uruguaio Gabriel Neves, jogador especulado no clube nas últimas semanas que chamou a atenção dos torcedores.


CONFIRA A TABELA ATUALIZADA DO CAMPEONATO PAULISTA DE 2021!

Casares foi questionado sobre o respeito às finanças do clube ao negociar. Em sua resposta, afirmou que o São Paulo não gastará mais do que pode para trazer e reforços e, ao usar exemplos de negociações encerradas por motivos financeiros, falou do jogador do Nacional, do Uruguai.

- Chegamos no nosso limite de responsabilidade orçamentária. Não faremos loucuras em nome de contratações - afirmou o executivo sobre o motivo pelo qual o negócio não foi para a frente.

A pergunta inicial que gerou a discussão falava sobre o atacante colombiano Rafael Santos Borré, do River Plate, da Argentina. Segundo André Hernán, autor da pergunta, o Palmeiras desistiu da contratação devido aos valores, fazendo com que o jornalista questionasse se há ou não uma proposta do Tricolor por Borré.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.


Casares fez questão de afirmar que o clube possui uma dívida, ou seja, o clube não fará investimentos tão grandes que comprometam a sua saúde financeira. O presidente reconheceu a qualidade do colombiano, mas afirmou que o São Paulo não o contratará, afastando também a vinda de Kanu, zagueiro do Botafogo.

Em contrapartida, Casares citou as transferências já realizadas pelo clube nesta janela, como Orejuela e Miranda, como reforços que couberam no orçamento, o que não aconteceu com Gabriel Neves, Borré e Kanu.