Mourinho alfineta Messi e admite resultados "não satisfatórios" do Real

Técnico conecedeu entrevista neste sábado

AFP
Mourinho tem sido alvo de críticas nesta temporada
.

Exibir foto

Mourinho tem sido alvo de críticas nesta temporada

O técnico do Real Madrid, o português José Mourinho reconheceu neste sábado que seu time não estava obtendo "resultados satisfatórios" nesta temporada e ironizou sobre a lesão craque argentino Lionel Messi, do arquirrival Barcelona, que saiu de maca na semana passada após sofrer uma lesão no joelho e voltou a jogar logo na partida seguinte.

Ás vezes, um jogador sai de maca e dois dias depois volta a jogar como se nada tivesse acontecido. No meu conceito, o atleta só sai de campo se realmente não tem mais condições de jogo", alfinetou o treinador numa coletiva de imprensa.

No dia 5 de dezembro, Messi assustou os torcedores do Barça ao sair de campo de maca após sentir uma contusão no joelho em partida de Liga dos Campeões contra o Benfica, mas se recuperou rápido e já estava de volta três dias depois para fazer os dois gols da vitória por 2 a 1 do time catalão sobre o Betis.

Na ocasião, o argentino quebrou o recorde de gols marcados em um só ano, que pertencia ao alemão Gerd Muller, que fez 85 em 1972.

Além de alfinetar o rival, Mourinho admitiu que sua equipe teve um desempenho abaixo do esperado nesta temporada.

"Os resultados não são satisfatórios, mas não podemos esquecer que esta equipe que foi o melhor da Europa no ano passado", declarou o português, apesar do título da Liga dos Campeões ter ficado com o Chelsea, adversário do Corinthians na final do Mundial de Clubes, enquanto o Real foi eliminado nas semifinais.

Onze pontos atrás do líder Barcelona no Campeonato Espanhol, o time 'Merengue' voltou a tropeçar na quarta-feira ao perder por 2 a 1 para o Celta de Vigo na partida de ida das oitavas de final da Copa do Rei.

Mais cedo neste sábado, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, rebateu as críticas ao seu treinador ao declarar em evento com sócios do clube que o português era "o melhor do mundo".

"Estas últimas semanas, ele teve que enfrentar críticas injustas, inclusive algumas que atingem a dignidade da pessoa. Ele tem todo o meu reconhecimento e todo meu carinho", disse Pérez.

Exibir comentários (3)
  • Curry volta a brilhar e Warriors 'varre' o Pelicans; Bucks diminui contra o Bulls

    Stephen Curry deu mais uma prova do porquê é considerado o principal favorito ao prêmio de MVP (jogador mais valioso) da temporada da NBA e foi o grande responsável pela classificação do Golden State Warriors às semifinais da Conferência Oeste. Mais »

    Estadão Conteúdo - 17 minutos atrás
  • Recordista mundial da maratona, Paula Radcliffe se aposenta aos 41 anos

    A britânica Paula Radcliffe fez sua última corrida como atleta profissional na manhã deste domingo. Aos 41 anos de idade, ela disputou a Maratona de Londres para se despedir do esporte profissional e o fez longe das competidoras de elite, correndo ao lado dos amadores que participaram da prova. Mais »

    Gazeta Press - 21 minutos atrás
  • Porto faz proposta superior a do Chelsea por jogador do Atlético-PR

    Na mira do Chelsea, o meio-campo Nathan também tem o nome falado em outros clubes europeus. De acordo com o jornal português A Bola, o Porto pretende contratar o atleta brasileiro e já até fez uma proposta superior a do Chelsea, que ofereceu 5 milhões de euros. Mais »

    Gazeta Press - 46 minutos atrás
  • Recuperado de operação na coxa, Vermaelen poderá estrear pelo Barça

    Thomas Vermaelen está pronto para fazer sua estreia com a camisa do Barcelona. O zagueiro foi contratado há quase dez meses, mas ainda não pode entrar em campo pela equipe azul-grená por sofrer uma série de lesões. Agora, o belga se recuperou totalmente de uma cirurgia na coxa direita realizada em dezembro e já está à disposição do técnico Luis Enrique. Mais »

    Gazeta Press - 1 hora 6 minutos atrás
  • Corredores quenianos dominam Maratona de Londres

    Uma das provas mais tradicionais do calendário do atletismo mundial, a Maratona de Londres foi dominada por atletas quenianos. Na manhã deste domingo, Eliud Kipchoge conquistou o evento com a marca de 2h04min42, com 5s de vantagem para seu compatriota Wilson Kipsang, bicampeão da disputa. O terceiro lugar foi do também queniano Dennis Kimetto, recordista mundial. Mais »

    Gazeta Press - 1 hora 12 minutos atrás